O Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região realizou domingo (8), no Clube de Campo (Parque Primavera), a tradicional Festa da Criança.
Festa das Crianças 2017-317Crédito: Agência Sindical

Mais de cinco mil pessoas, entre sócios e dependentes, participaram da tarde de lazer, música, teatro, brincadeiras, que teve também distribuição de cachorro quente, pipoca, algodão doce e refrigerante. Crianças com até 12 anos de idade ganharam presentes.

O presidente do Sindicato, José Pereira dos Santos, aproveitou a forte presença da família metalúrgica para chamar atenção sobre a onda de ataques a direitos.  Ele alertou: “Tirar direitos dos pais hoje significa piorar o futuro dos filhos amanhã".

Para Pereira, o caráter festivo do evento não conflita com a responsabilidade sindical de alertar sobre os riscos trazidos pela reforma trabalhista. “Se a conquista de um direito gera um efeito positivo coletivo, a perda de direitos também significa um retrocesso para a coletividade metalúrgica”, comenta.



 

Festa das Crianças 2017-317Crédito: Agência Sindical

Mais de cinco mil pessoas, entre sócios e dependentes, participaram da tarde de lazer, música, teatro, brincadeiras, que teve também distribuição de cachorro quente, pipoca, algodão doce e refrigerante. Crianças com até 12 anos de idade ganharam presentes.

O presidente do Sindicato, José Pereira dos Santos, aproveitou a forte presença da família metalúrgica para chamar atenção sobre a onda de ataques a direitos.  Ele alertou: “Tirar direitos dos pais hoje significa piorar o futuro dos filhos amanhã".

Para Pereira, o caráter festivo do evento não conflita com a responsabilidade sindical de alertar sobre os riscos trazidos pela reforma trabalhista. “Se a conquista de um direito gera um efeito positivo coletivo, a perda de direitos também significa um retrocesso para a coletividade metalúrgica”, comenta.