Delegação Brasileira, representante  dos trabalhadores, presentes e de forma unida, relata os malefícios da reforma trabalhista, os ataques a estrutura sindical e o fim do diálogo tripartite no Brasil.

Miguel Torres, presidente da Força sindical, falou em nome dos trabalhadores brasileiros. Em seu discurso, destacou a unidade das centrais sindicais, o êxito da Greve Geral de 14 de junho contra a proposta de reforma da previdência e reafirmou a denúncia dos trabalhadores contra o governo, quanto às violações de normas internacionais do trabalho.

Torres alertou ainda quanto aos ataques sistemáticos em quase todos os países que a organização sindical, os direitos sociais e as conquistas dos trabalhadores vêem sofrendo.

Confira a íntegra do discurso

Delegação Brasileira, representante  dos trabalhadores, presentes e de forma unida, relata os malefícios da reforma trabalhista, os ataques a estrutura sindical e o fim do diálogo tripartite no Brasil.

Miguel Torres, presidente da Força sindical, falou em nome dos trabalhadores brasileiros. Em seu discurso, destacou a unidade das centrais sindicais, o êxito da Greve Geral de 14 de junho contra a proposta de reforma da previdência e reafirmou a denúncia dos trabalhadores contra o governo, quanto às violações de normas internacionais do trabalho.

Torres alertou ainda quanto aos ataques sistemáticos em quase todos os países que a organização sindical, os direitos sociais e as conquistas dos trabalhadores vêem sofrendo.

Confira a íntegra do discurso