As centrais sindicais decidiram, em reunião realizada hoje, 5 de junho, na sede da NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores -, em São Paulo, definir o dia próximo 30, uma sexta-feira, como data indicativa para novas paralisações e greves por todo o País.
Marcha BrasíliaCrédito: Jaélcio Santana

Os trabalhadores e seus representantes decidiram intensificar a luta por mudanças nas propostas das reformas trabalhista e da Previdência elaboradas pelo governo federal.
 
Sindicatos, federações e confederações irão realizar assembleias com os trabalhadores de suas bases para referendar ou apontar uma nova data para a realização dos atos.