Em apoio à greve nacional da Educação, nesta quarta, 15 de maio de 2019, e em defesa da manutenção e ampliação dos investimentos neste importante setor do País, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes mobilizou a base metalúrgica em assembleias nas portas de fábrica.
WhatsApp Image 2019-05-15 at 11.48.30Crédito: Arquivo

Para o presidente da entidade, Miguel Torres, também presidente da Força Sindical e da CNTM, “as manifestações merecem total apoio, confiança e esperança.

O ato de ensinar é uma das mais nobres missões e os professores e pesquisadores brasileiros são profissionais de muito valor que merecem respeito, reconhecimento e plenas condições para continuarem se desenvolvendo, preparando aulas, trabalhos e pesquisas”.

As assembleias também divulgam a greve geral de 14 de junho contra a reforma da Previdência do governo em tramitação no Congresso Nacional e o abaixo-assinado que será encaminhado aos deputados e senadores para que não aprovem a destruição da aposentadoria pública e a Seguridade Social.

WhatsApp Image 2019-05-15 at 11.48.30Crédito: Arquivo

Para o presidente da entidade, Miguel Torres, também presidente da Força Sindical e da CNTM, “as manifestações merecem total apoio, confiança e esperança.

O ato de ensinar é uma das mais nobres missões e os professores e pesquisadores brasileiros são profissionais de muito valor que merecem respeito, reconhecimento e plenas condições para continuarem se desenvolvendo, preparando aulas, trabalhos e pesquisas”.

As assembleias também divulgam a greve geral de 14 de junho contra a reforma da Previdência do governo em tramitação no Congresso Nacional e o abaixo-assinado que será encaminhado aos deputados e senadores para que não aprovem a destruição da aposentadoria pública e a Seguridade Social.