Arquivo Sintetel

Os trabalhadores da Procisa do novo centro operacional e administrativo da capital paulista paralisaram as atividades por uma hora na manhã desta sexta-feira, 27 de julho. Eles protestaram contra a proposta de PLR apresentada pela empresa. 

Em reunião com o Sindicato, a Procisa apresentou uma proposta indecente mesmo com o crescimento financeiro da empresa, o que se deve à dedicação dos trabalhadores. O Sintetel acha ridículo o valor de 70% do piso salarial, sendo que outras empresas como Dominion e Icomon têm estabelecido valores que chegam a até dois pisos.

O Sindicato exige que a empresa apresente metas transparentes e justas. A luta do Sintetel no decorrer dos anos tem trazido evoluções no pagamento da PLR em diversas empresas. Na Procisa não pode ser diferente.

Por isso, em assembleia realizada pela manhã, os trabalhadores decidiram fazer outra paralisação, desta vez de duas horas, caso a empresa não apresente uma proposta melhor de PLR até 10 de agosto.