Na última sexta-feira (06) o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Uberlândia, Cléuber Fernando, reuniu-se na sede do sindicato com representantes da empresa Engemix para firmar o acordo coletivo de trabalho (2016/2018).

A proposta do SINDTTRANS é a aplicação do percentual de 3,75% a partir de maio de 2016, tendo em vista que a empresa realizou antecipação de 4,91% no ano de 2016, totalizando os 8,64% da Convenção Coletivo de Trabalho 2016/2017. Pediu-se ainda que a partir de maio de 2017 fosse feito um reajuste de 4,5%, pagando-se todas as diferenças existentes. A proposta não foi aceita pela empresa e foi apresentada uma contraproposta: 3,75% a partir de abril de 2018 e 4,0% a partir de 2019. O Sindicato não aceitou, mas se comprometeu a passar aos trabalhadores.  

Cléuber submeteu a contraproposta para apreciação dos trabalhadores na assembleia geral, realizada na noite desta segunda-feira (9). Os participantes refutaram a oferta. Assim sendo, seguem as negociações, com possiblidade de paralisação das atividades caso não haja acordo.
 

A proposta do SINDTTRANS é a aplicação do percentual de 3,75% a partir de maio de 2016, tendo em vista que a empresa realizou antecipação de 4,91% no ano de 2016, totalizando os 8,64% da Convenção Coletivo de Trabalho 2016/2017. Pediu-se ainda que a partir de maio de 2017 fosse feito um reajuste de 4,5%, pagando-se todas as diferenças existentes. A proposta não foi aceita pela empresa e foi apresentada uma contraproposta: 3,75% a partir de abril de 2018 e 4,0% a partir de 2019. O Sindicato não aceitou, mas se comprometeu a passar aos trabalhadores.  

Cléuber submeteu a contraproposta para apreciação dos trabalhadores na assembleia geral, realizada na noite desta segunda-feira (9). Os participantes refutaram a oferta. Assim sendo, seguem as negociações, com possiblidade de paralisação das atividades caso não haja acordo.