Diante das denúncias recebidas pelo Sindicato sobre prática de assédio moral, ameaças de punições, controle de tempo para ir ao banheiro, prática antissindical por parte de alguns líderes foi negociado com a empresa a aplicação de um plano de conscientização para as lideranças e teleoperadores.
Dirigente do Sintetel se reúne com os teleoperadoresCrédito: Arquivo
Dirigente do Sintetel se reúne com os teleoperadores

Conforme informamos anteriormente, o Sintetel iniciou um trabalho de conscientização dos lideranças (gerentes, gestores e supervisores) explicando a importância de tratar o trabalhador com respeito e de forma humanizada.

Também estamos passando orientação aos teleoperadores quanto aos seus direitos e deveres. Esse trabalho teve início em 12/04 e terá continuidade no decorrer da próxima semana.

Com essa atuação, o Sintetel espera que os problemas sejam minimizados.
 
Esse trabalho é contínuo. Portanto, vamos continuar fiscalizando e denunciando ao Sintetel quaisquer irregularidades.
 

Dirigente do Sintetel se reúne com os teleoperadoresCrédito: Arquivo
Dirigente do Sintetel se reúne com os teleoperadores

Conforme informamos anteriormente, o Sintetel iniciou um trabalho de conscientização dos lideranças (gerentes, gestores e supervisores) explicando a importância de tratar o trabalhador com respeito e de forma humanizada.

Também estamos passando orientação aos teleoperadores quanto aos seus direitos e deveres. Esse trabalho teve início em 12/04 e terá continuidade no decorrer da próxima semana.

Com essa atuação, o Sintetel espera que os problemas sejam minimizados.
 
Esse trabalho é contínuo. Portanto, vamos continuar fiscalizando e denunciando ao Sintetel quaisquer irregularidades.