Greve chega ao seu quinto dia com forte adesão da categoria. Falta de pagamento é um total absurdo!
3076Crédito: Arquivo

A greve dos Servidores de Rolim de Moura, em Rondônia, chega hoje ao seu quinto dia. Liderada pelo Sinsezmat (Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais), participam do movimento grevista os setores de Saúde e Agricultura que estão sem receber seus salários em dia há bastante tempo, em especial agora em dezembro, mês de festas e que precisam honrar com seus compromissos de final de ano.

O presidente do Sinsezmat, José Luiz Alves Felipin, cobra resposta da Prefeitura e reclama que há falta de vontade por parte da equipe técnica do primeiro escalão da Administração em apresentar uma solução. As atividades estão paralisadas de forma parcial desde o início da greve dos Servidores. No Hospital Municipal, os profissionais trabalham por escalas. Em alguns setores, 80% dos trabalhadores prestam atendimento, porém em outros, apenas 50%. (acima do que exige a lei).

FALA AÍ, PRESIDENTE - José Luiz Alves Felipin declara: "É muito triste tudo isso. Nós do Sindicato estamos decepcionados com a Prefeitura e preocupados com os Servidores que enfrentam essa fase difícil por não receber seus salários em dia. O Sindicato está aberto ao diálogo. Somos trabalhadores responsáveis em busca de nossos direitos". A CSPM segue com apoio irrestrito para os companheiros.

Além do site, você pode acessar os perfis da CSPM nas principais redes sociais: Facebook, Twitter, Flickr, Instagram e YouTube. Informações sobre filiações e parcerias, envie e-mail para contato@cspmbrasil.com.br ou ligue (61) 3225.9358.

3076Crédito: Arquivo

A greve dos Servidores de Rolim de Moura, em Rondônia, chega hoje ao seu quinto dia. Liderada pelo Sinsezmat (Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais), participam do movimento grevista os setores de Saúde e Agricultura que estão sem receber seus salários em dia há bastante tempo, em especial agora em dezembro, mês de festas e que precisam honrar com seus compromissos de final de ano.

O presidente do Sinsezmat, José Luiz Alves Felipin, cobra resposta da Prefeitura e reclama que há falta de vontade por parte da equipe técnica do primeiro escalão da Administração em apresentar uma solução. As atividades estão paralisadas de forma parcial desde o início da greve dos Servidores. No Hospital Municipal, os profissionais trabalham por escalas. Em alguns setores, 80% dos trabalhadores prestam atendimento, porém em outros, apenas 50%. (acima do que exige a lei).

FALA AÍ, PRESIDENTE - José Luiz Alves Felipin declara: "É muito triste tudo isso. Nós do Sindicato estamos decepcionados com a Prefeitura e preocupados com os Servidores que enfrentam essa fase difícil por não receber seus salários em dia. O Sindicato está aberto ao diálogo. Somos trabalhadores responsáveis em busca de nossos direitos". A CSPM segue com apoio irrestrito para os companheiros.

Além do site, você pode acessar os perfis da CSPM nas principais redes sociais: Facebook, Twitter, Flickr, Instagram e YouTube. Informações sobre filiações e parcerias, envie e-mail para contato@cspmbrasil.com.br ou ligue (61) 3225.9358.