Mario Campagnani

A liminar beneficia apenas os segurados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, que pertencem à área de atuação do tribunal, mas a entidade quer que a decisão tenha valor em todo o país.

O presidente do sindicato, João Inocentini, explica que outro ponto questionado foi o prazo de 180 dias para que o INSS tenha um cronograma de pagamento:

— Vamos reclamar do prazo até dezembro de 2012 para pagamento. Queremos garantias de que os aposentados vão começar a receber antes disso.

Sindicalistas e aposentados farão manifestação em Brasília (DF), hoje, cobrando o fim do fator previdenciário (método de cálculo que reduz valor das aposentadorias) e a recuperação das perdas dos benefícios em relação ao salário mínimo. Mudanças já sugeridas pela Previdência Social, como o aumento do tempo de contribuição para aposentadorias das mulheres (de 30 para 33 anos) não vão entrar na pauta, pois já foram rejeitadas pelos congressistas.