Os policiais civis do Estado de São Paulo deverão receber o aumento no salário-base de 15% no 5º dia útil de novembro.

Segundo apurou a reportagem, a intenção do governador Geraldo Alckmin (PSDB) é sancionar, o mais rápido possível, a lei que aprovou o aumento salarial.

O reajuste foi aprovado por unanimidade na sessão da última terça-feira. A proposta concede também aumento de 11% no salário-base dos policiais em 2012.

A aprovação ocorreu por meio de acordo entre os líderes das bancadas.

Segundo o deputado Major Olímpio Gomes (PDT), todas as emendas foram vetas pelo governador, mas os deputados resolveram aprovar os projetos porque os policiais civis são os únicos da área de segurança que ainda não tiveram aumento "OS policiais estão esgotados. A lei foi anunciada em julho, mas o projeto só foi enviado à Assembleia no dia 24 de agosto", disse.

Entre as emendas aprovadas estão a equiparação do nível superior nos salários dos escrivães e dos investigadores e outra que garante promoção automática na escala de evolução da polícia.

Os deputados aprovaram ainda o projeto de lei que regulamenta as carreiras na Polícia Militar.

Os valores são retroativos a 1º de Julho e deverão ser pagos pelo Estado em uma folha suplementar - para poder quitar as diferenças ainda não pagas, referentes aos meses de julho, agosto e setembro.

Agente também ganha

A Assembleia Legialtiva aprovou, no último dia 4, aumento de 15% no salário-base para policiais militares, agentes penitenciários e delegados. O reajuste será retroativo a 1º de julho e vale para aposentados e pensionistas. A expectativa é a de que a grana seja paga até o 5º dia útil de novembro.

O projeto concede ainda um reajuste de 11% para a categoria no salário-base do ano que vem. O segundo reajuste será a partir de 1º de agosto de 2012.