Diversas entidades de trabalhadores, após reunião nesta terça (14), emitiram Nota Pública em apoio à greve nacional nas instituições de ensino do País, marcada para esta quarta, dia 15. Os sindicalistas participarão de paralisações em escolas pela manhã e irão ao ato unitário na avenida Paulista, a partir das 14 horas, na Capital.

SINDICALISMO DE GUARULHOS APOIA GREVE DOS PROFESSORES

(E condena cortes nos investimentos governamentais na Educação)
Professores, trabalhadores em escolas e estudantes realizam hoje (15/5) a Greve Nacional da Educação. A causa é justa, pois as bandeiras são:
1) Combate à reforma da Previdência, que agride duramente direitos e conquistas do professorado;
2) Defesa de mais investimentos públicos na Educação - do básico à pós-graduação -, tendo em vista os cortes drásticos anunciados pelo presidente Jair Bolsonaro;
3) Defesa do Ensino de Ciências Humanas, que são fundamentais à formação cultural e moral dos estudantes.
Nós, abaixo-assinados, apoiamos a greve desta quarta. E mais: iremos a manifestações nas escolas e também ao ato à tarde, na avenida Paulista, em São Paulo.  
Assinam:
Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Gráficos de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Têxteis de Guarulhos;
Sindicato dos Vigilantes de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Empregados em Edifícios e Condomínios de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação;
Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Beneficentes de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos;
Sindicato dos Empregados no Comércio de Guarulhos.
 

SINDICALISMO DE GUARULHOS APOIA GREVE DOS PROFESSORES

(E condena cortes nos investimentos governamentais na Educação)
Professores, trabalhadores em escolas e estudantes realizam hoje (15/5) a Greve Nacional da Educação. A causa é justa, pois as bandeiras são:
1) Combate à reforma da Previdência, que agride duramente direitos e conquistas do professorado;
2) Defesa de mais investimentos públicos na Educação - do básico à pós-graduação -, tendo em vista os cortes drásticos anunciados pelo presidente Jair Bolsonaro;
3) Defesa do Ensino de Ciências Humanas, que são fundamentais à formação cultural e moral dos estudantes.
Nós, abaixo-assinados, apoiamos a greve desta quarta. E mais: iremos a manifestações nas escolas e também ao ato à tarde, na avenida Paulista, em São Paulo.  
Assinam:
Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Gráficos de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Têxteis de Guarulhos;
Sindicato dos Vigilantes de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Empregados em Edifícios e Condomínios de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação;
Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Beneficentes de Guarulhos e Região;
Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos;
Sindicato dos Empregados no Comércio de Guarulhos.