Em carta ao presidente Temer , os sindicalistas solicitam ao governo que reconsidere as medidas e abra diálogo com as centrais
ADS critica reforma trabalhista no BrasilCrédito: Jaélcio Santana

A  direção da ADS (Alternativa Democrática Sindical) realizou em São Paulo sua primeira reunião um ano após a criação da entidade em Bogotá, na Colômbia.

Os integrantes da ADS enviaram uma carta ao presidente Temer  solicitando que o presidente reconsidere em relação aos medidas prejudiciais aos trabalhadores e abra o diálogo com as centrais, especialmente com a Força Sindical, filiada da ADS.
 Mais informações

Clique aqui
 

ADS critica reforma trabalhista no BrasilCrédito: Jaélcio Santana

A  direção da ADS (Alternativa Democrática Sindical) realizou em São Paulo sua primeira reunião um ano após a criação da entidade em Bogotá, na Colômbia.

Os integrantes da ADS enviaram uma carta ao presidente Temer  solicitando que o presidente reconsidere em relação aos medidas prejudiciais aos trabalhadores e abra o diálogo com as centrais, especialmente com a Força Sindical, filiada da ADS.
 Mais informações

Clique aqui