WhatsApp Image 2018-11-28 at 13.11.51Crédito: Arquivo
Miguel e Neco em encontro com Isaias Gonzalez Cuevas, secretário geral da CROC e Deputado Federal, e Salim Kalkach, secretário Internacional da CROC, e Tesoureiro da ADS

O presidente da Força Sindical, Miguel Torres e o Secretario de Relações Internacionais, Nilton Souza (Neco), participaram de encontros de intercâmbio sindical bilateral com representantes das duas principais centrais sindicais mexicanas, CTM (Confederação dos Trabalhadores do México) e CROC (Cofederação Revolucionária de Obreiros e Camponeses do México), ambas filiadas a ADS (Alternativa Democrática Sindical das Américas).

Os encontros, aconteceram no âmbito da reunião do Comitê Executivo da IndustriALL e tiveram como principal objetivo, a troca de informações e debate sobre o contexto, a conjuntura e as perspectivas no Brasil e México, além de aprofundar e estreitar as relações bilaterais com o sindicalismo mexicano e mundial.

Vale ressaltar que em 2018 Brasil e México tiveram eleições presidenciais e um fenômeno interessante aconteceu: no México a maioria dos eleitores elegeu, de forma inédita um candidato de esquerda para governar os país. E no Brasil aconteceu o contrario, foi eleito um candidato de direita. Porém ambas as sociedades compartilham, nessas decisões, o mesmo sentimento de indignação com os desmandos dos governantes, contra a corrupção e a decadência das instituições políticas e do Estado.

WhatsApp-Image-2018-11-27-at-19.04.00-768x308Crédito: Arquivo
Miguel, Neco e Mônica no encontro com Salvador Medina, Secretário Internacional da CTM e Secretário Internacional da ADS e membros da executiva da CTM México.

Miguel, Neco e Mônica no encontro com Salvador Medina, Secretário Internacional da CTM e Secretário Internacional da ADS e membros da executiva da CTM México.

“Os trabalhadores (as) e o sindicalismo dos dois países devem assimilar o recado e preparar a luta e a resistência. Devemos estar prontos para o diálogo em defesa dos direitos, da democracia e da inclusão social, fortalecendo a unidade de ação e a solidariedade”, afirmou Torres.

Além de Miguel Torres e Nilton Neco, a delegação da Força Sindical estava composta por Monica Lourenço Veloso, Secretaria Internacional para Assuntos da Europa, e membro do comitê mundial da INDUSTRIALL.

WhatsApp Image 2018-11-28 at 13.11.51Crédito: Arquivo
Miguel e Neco em encontro com Isaias Gonzalez Cuevas, secretário geral da CROC e Deputado Federal, e Salim Kalkach, secretário Internacional da CROC, e Tesoureiro da ADS

O presidente da Força Sindical, Miguel Torres e o Secretario de Relações Internacionais, Nilton Souza (Neco), participaram de encontros de intercâmbio sindical bilateral com representantes das duas principais centrais sindicais mexicanas, CTM (Confederação dos Trabalhadores do México) e CROC (Cofederação Revolucionária de Obreiros e Camponeses do México), ambas filiadas a ADS (Alternativa Democrática Sindical das Américas).

Os encontros, aconteceram no âmbito da reunião do Comitê Executivo da IndustriALL e tiveram como principal objetivo, a troca de informações e debate sobre o contexto, a conjuntura e as perspectivas no Brasil e México, além de aprofundar e estreitar as relações bilaterais com o sindicalismo mexicano e mundial.

Vale ressaltar que em 2018 Brasil e México tiveram eleições presidenciais e um fenômeno interessante aconteceu: no México a maioria dos eleitores elegeu, de forma inédita um candidato de esquerda para governar os país. E no Brasil aconteceu o contrario, foi eleito um candidato de direita. Porém ambas as sociedades compartilham, nessas decisões, o mesmo sentimento de indignação com os desmandos dos governantes, contra a corrupção e a decadência das instituições políticas e do Estado.

WhatsApp-Image-2018-11-27-at-19.04.00-768x308Crédito: Arquivo
Miguel, Neco e Mônica no encontro com Salvador Medina, Secretário Internacional da CTM e Secretário Internacional da ADS e membros da executiva da CTM México.

Miguel, Neco e Mônica no encontro com Salvador Medina, Secretário Internacional da CTM e Secretário Internacional da ADS e membros da executiva da CTM México.

“Os trabalhadores (as) e o sindicalismo dos dois países devem assimilar o recado e preparar a luta e a resistência. Devemos estar prontos para o diálogo em defesa dos direitos, da democracia e da inclusão social, fortalecendo a unidade de ação e a solidariedade”, afirmou Torres.

Além de Miguel Torres e Nilton Neco, a delegação da Força Sindical estava composta por Monica Lourenço Veloso, Secretaria Internacional para Assuntos da Europa, e membro do comitê mundial da INDUSTRIALL.