Vale conhecer a Convenção Coletiva dos Trabalhadores na Construção Civil de São Paulo, o Sintracon-SP. A Norma Coletiva traz uma série de garantias aos trabalhadores do setor, inclusive uso de protetor solar
RamalhoCrédito: Sindicato

Antonio de Sousa Ramalho conta que, quando chegou à categoria, os alojamentos eram improvisados e o banheiro “não passava de um buraco no chão”.

Padrão - Hoje, a Convenção garante café da manhã e também lanche da tarde. O texto da cláusula sobre o café é um primor: “Café da manhã com dois pães com margarina e queijo, um café com leite (pingado) e frutas da época - o recheio dos pães deve ser equivalente ao padrão servido nas padarias”. À tarde, se garante também o lanche, no mesmo “padrão padaria”.

Nutricionista - Nas obras que ocupam mais de 120 trabalhadores, em caso de não ser dado o vale-alimentação, trabalhador tem direito a almoço “avaliado por um nutricionista”.

Mais informações - Acesse o site do Sintraconsp

RamalhoCrédito: Sindicato

Antonio de Sousa Ramalho conta que, quando chegou à categoria, os alojamentos eram improvisados e o banheiro “não passava de um buraco no chão”.

Padrão - Hoje, a Convenção garante café da manhã e também lanche da tarde. O texto da cláusula sobre o café é um primor: “Café da manhã com dois pães com margarina e queijo, um café com leite (pingado) e frutas da época - o recheio dos pães deve ser equivalente ao padrão servido nas padarias”. À tarde, se garante também o lanche, no mesmo “padrão padaria”.

Nutricionista - Nas obras que ocupam mais de 120 trabalhadores, em caso de não ser dado o vale-alimentação, trabalhador tem direito a almoço “avaliado por um nutricionista”.

Mais informações - Acesse o site do Sintraconsp