Em assembleia realizada no final da tarde da segunda-feira, 20, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Ipatinga (Sindipa), 87% dos trabalhadores associados aprovaram, através de escrutínio secreto, a terceira contraproposta salarial feita pela Usiminas para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho.

Pelos termos do novo acordo os metalúrgicos serão beneficiados com 7,5% reajuste salarial, sendo 6% a partir de 01/11/2010 e 1,5% a partir 01/02/2011; abono salarial linear de R$ 1.400, a ser pago até 23 de dezembro; piso salarial de R$ 800,00 (reajuste de 27,8% se comparado ao atual); manutenção do prêmio retorno de férias de 20 dias; concessão de licença casamento e óbito de 5 dias e manutenção de todas as conquistas anteriores.

Para o presidente do Sindipa, Luiz Carlos Miranda, essa proposta ainda não era a ideal tendo em vista as reivindicações feitas durante a campanha salarial, mas a aprovação é uma decisão democrática e será apoiada pelo sindicato.

“Reivindicávamos uma proposta ainda melhor, mas como houve avanço nos valores pagos e com a proximidade das festas de fim de ano, os trabalhadores decidiram aceitar e nós acatamos a vontade deles”, afirmou o sindicalista.

Na semana passada, os metalúrgicos rejeitaram a segunda contraproposta da Usiminas por aclamação. A proposta previa reajuste de 5,5% em dezembro; mais 1% de ganho real a partir de março/2011; abono de R$ 1.000; piso salarial de R$ 700; retorno de férias de 20 dias; licença casamento de 5 dias; implantação do registro de ponto, com exceção para mensalistas e manutenção das conquistas anteriores.

Segundo Miranda, com a aprovação da contraproposta da Usiminas, o Sindipa se concentra nas negociações com a Usiminas Mecânica, Sankyu, Embasil, Convaço, Ebec, Delta, Terraço, Harsco, Labotec, Equipar, Engimapi, Magnesita e Lyon.

Usiminas Mecânica
Hoje é a vez dos trabalhadores da Usiminas Mecânica (UMSA) votarem a contraproposta da empresa que é parecida com a aprovado pelos funcionários da Usiminas, modificando apenas os valores do abono e piso salarial que são R$ 700 e R$ 651, respectivamente.

Terceirizadas
A comissão de negociação do Sindipa também se reuniu na segunda-feira (20), com representantes das empresas terceirizadas que prestam serviço na área interna da Usiminas. Na oportunidade foi formulada uma contraproposta unificada à pauta de reivindicações dos trabalhadores, sendo oferecido: aumento salarial de 7,5% a partir de fevereiro de 2011 e abono salarial de 30% do salário-base, com mínimo de R$ 400.
A direção do sindicato convocou assembleia geral na próxima quarta-feira (22), às 17:30h, para apresentar a contraproposta das empresas aos trabalhadores que também irão votá-la de maneira secreta.


RESULTADO DA VOTAÇÃO
APROVA 656 votos
REJEITA 105 votos