Voltou a circular normalmente o transporte coletivo em Itanhaém, por volta das 18 horas desta terça-feira (5), após um dia e meio de greve, iniciada na manhã de segunda-feira (4).
5 à tardeCrédito: Arquivo

A empresa Litoral Sul acatou proposta conciliatória do tribunal regional do trabalho (TRT Campinas), feita em audiência iniciada às 14h30, e depositou o vale-refeição atrasado.

A audiência foi acompanhada por videoconferência pela assembleia da categoria e a decisão foi aplaudida pelos motoristas e demais trabalhadores da empresa, num total de 120 empregados.

O benefício estava atrasado desde quarta-feira (30). No início da paralisação, a empresa afirmou que só poderia quitá-lo após o pagamento dos salários, previsto para esta sexta-feira (8).

O vice-presidente do sindicato dos trabalhadores em transportes rodoviários de Santos e região, José Alberto Torres Simões ‘Betinho’, manteve contato direto com os trabalhadores durante a audiência.

A Litoral Sul opera 36 ônibus e, segundo o sindicalista, atrasa frequentemente o pagamento do vale-refeição: “Esperamos que essa prática abominável seja descartada a partir de agora”.

5 à tardeCrédito: Arquivo

A empresa Litoral Sul acatou proposta conciliatória do tribunal regional do trabalho (TRT Campinas), feita em audiência iniciada às 14h30, e depositou o vale-refeição atrasado.

A audiência foi acompanhada por videoconferência pela assembleia da categoria e a decisão foi aplaudida pelos motoristas e demais trabalhadores da empresa, num total de 120 empregados.

O benefício estava atrasado desde quarta-feira (30). No início da paralisação, a empresa afirmou que só poderia quitá-lo após o pagamento dos salários, previsto para esta sexta-feira (8).

O vice-presidente do sindicato dos trabalhadores em transportes rodoviários de Santos e região, José Alberto Torres Simões ‘Betinho’, manteve contato direto com os trabalhadores durante a audiência.

A Litoral Sul opera 36 ônibus e, segundo o sindicalista, atrasa frequentemente o pagamento do vale-refeição: “Esperamos que essa prática abominável seja descartada a partir de agora”.