Durante os dias 4 e 5 de outubro, o Sindicato dos Metalúrgicos de Leme/SP realizou assembleias gerais com os trabalhadores das empresas Mecânica Bonfanti e Mecânica Bonfanti Filial para a renovação do acordo coletivo para fixação de jornada de trabalho e compensação de horas.
Metalúrgicos de LemeCrédito: Sindicato

A renovação foi aprovada pelos trabalhadores por aclamação da maioria e tem uma novidade com relação ao acordo anterior. Agora todas as rescisões de contrato de trabalho com mais de um ano de registro, terão a obrigatoriedade de serem homologadas no Sindicato.

Essa obrigação foi retirada pela reforma trabalhista implantada pelo governo e deixa o trabalhador desamparado no momento da sua demissão, porém o Sindicato dos Metalúrgicos de Leme/SP tem um departamento especializado em homologações para que o trabalhador receba toda a orientação necessária e não perca nenhum de seus direitos no momento de desligamento da empresa.

“Mesmo diante de toda a dificuldade que estamos enfrentando com a reforma trabalhista, estamos conseguindo implantar esse acordo em diversas empresas para defender os direitos dos trabalhadores”, disse Laercio Barbieri, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Leme/SP.

 

Metalúrgicos de LemeCrédito: Sindicato

A renovação foi aprovada pelos trabalhadores por aclamação da maioria e tem uma novidade com relação ao acordo anterior. Agora todas as rescisões de contrato de trabalho com mais de um ano de registro, terão a obrigatoriedade de serem homologadas no Sindicato.

Essa obrigação foi retirada pela reforma trabalhista implantada pelo governo e deixa o trabalhador desamparado no momento da sua demissão, porém o Sindicato dos Metalúrgicos de Leme/SP tem um departamento especializado em homologações para que o trabalhador receba toda a orientação necessária e não perca nenhum de seus direitos no momento de desligamento da empresa.

“Mesmo diante de toda a dificuldade que estamos enfrentando com a reforma trabalhista, estamos conseguindo implantar esse acordo em diversas empresas para defender os direitos dos trabalhadores”, disse Laercio Barbieri, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Leme/SP.