Diante do “massacre” da classe trabalhadora, que está sendo mutilada e morta em acidentes de trabalho, a Pastoral Operária de São Paulo vai lançar, pelo terceiro ano, a Campanha “Acidente de Trabalho não é culpa da vítima”.
Dia Mundial em Memória as Vitimas de Acidentes de TrabalhoCrédito: Arquivo Força

Gilmar Ortiz, engenheiro mestre em segurança no trabalho e membro da Pastoral Operária afirma que os acidentes de trabalho são sempre causados por culpa das empresas e não de seus empregados. E desafia a quem queira provar o contrário.

Neste ano, nossos estudos demonstram que colocar a culpa na vítima é invenção do capitalismo, que comete uma série de crimes contra o/a trabalhador/a. E também nos reportamos à Campanha da Fraternidade 2018, que propôs o tema da “Superação da violência”. O seguinte texto nos auxilia: “Somos convocados a recuperar a fraternidade entre nós, em nossas famílias, em nosso bairro e em nossa cidade. Somos motivados a buscar caminhos e meios para superação de toda forma de violência.” “Em uma sociedade onde irmão explora irmão e onde se espalha a injustiça, crescem a opressão, o ódio e a violência” (Círculo bíblico da Campanha da Fraternidade 2018)

O desenvolvimento da Campanha será por meio de estudos e debates nos bairros (igrejas, associações e movimentos populares) para informação e reflexão com os/as trabalhadores/as. Para os debates, lançamos a seguinte questão: Como o caminho da Campanha da Fraternidade pode auxiliar na denúncia das vítimas de crimes e violências no trabalho?

Dia Mundial em memória das vítimas de acidentes do trabalho
Em 28 de abril de 1969, a explosão de uma mina nos Estados Unidos matou 78 trabalhadores. A tragédia marcou a data como o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho, já que encampando essa luta, mas com foco na prevenção, a Organização Internacional do Trabalho instituiu em 2003, o 28 de abril como o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho.

Lançamento da Campanha: Acidente de Trabalho não é culpa da vítima 2018
DATA:  27 de abril de 2018
HORÁRIO: das 9h30 às 12h
LOCAL:  sede da CNBB Regional Sul 1, à rua Conselheiro Ramalho, 726 – São Paulo
ASSESSORIA: Gilmar Ortiz, engenheiro e mestre em segurança no trabalho e membro da Pastoral Operária


 

Dia Mundial em Memória as Vitimas de Acidentes de TrabalhoCrédito: Arquivo Força

Gilmar Ortiz, engenheiro mestre em segurança no trabalho e membro da Pastoral Operária afirma que os acidentes de trabalho são sempre causados por culpa das empresas e não de seus empregados. E desafia a quem queira provar o contrário.

Neste ano, nossos estudos demonstram que colocar a culpa na vítima é invenção do capitalismo, que comete uma série de crimes contra o/a trabalhador/a. E também nos reportamos à Campanha da Fraternidade 2018, que propôs o tema da “Superação da violência”. O seguinte texto nos auxilia: “Somos convocados a recuperar a fraternidade entre nós, em nossas famílias, em nosso bairro e em nossa cidade. Somos motivados a buscar caminhos e meios para superação de toda forma de violência.” “Em uma sociedade onde irmão explora irmão e onde se espalha a injustiça, crescem a opressão, o ódio e a violência” (Círculo bíblico da Campanha da Fraternidade 2018)

O desenvolvimento da Campanha será por meio de estudos e debates nos bairros (igrejas, associações e movimentos populares) para informação e reflexão com os/as trabalhadores/as. Para os debates, lançamos a seguinte questão: Como o caminho da Campanha da Fraternidade pode auxiliar na denúncia das vítimas de crimes e violências no trabalho?

Dia Mundial em memória das vítimas de acidentes do trabalho
Em 28 de abril de 1969, a explosão de uma mina nos Estados Unidos matou 78 trabalhadores. A tragédia marcou a data como o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho, já que encampando essa luta, mas com foco na prevenção, a Organização Internacional do Trabalho instituiu em 2003, o 28 de abril como o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho.

Lançamento da Campanha: Acidente de Trabalho não é culpa da vítima 2018
DATA:  27 de abril de 2018
HORÁRIO: das 9h30 às 12h
LOCAL:  sede da CNBB Regional Sul 1, à rua Conselheiro Ramalho, 726 – São Paulo
ASSESSORIA: Gilmar Ortiz, engenheiro e mestre em segurança no trabalho e membro da Pastoral Operária