Lançada a nível nacional no dia 18 de maio por dez Centrais Sindicais, a campanha pela saída do Presidente Jair Bolsonaro agora mobiliza também sindicatos e movimentos sociais de Porto Alegre.
WhatsApp Image 2020-05-29 at 09.22.31Crédito: Arquivo

Cartazes com o “Fora Bolsonaro” declaram o tom da campanha que tem por motivação o descontentamento com o atual governo. Na avaliação dos dirigentes não há democracia, empregos, saúde, educação e nem políticas sociais nessa gestão. O Presidente Nacional da Força Sindical, Miguel Torres, chegou a declarar que a insatisfação com Bolsonaro vem crescendo devido à postura diante da pandemia da Covid-19.

“As Centrais Sindicais sempre estiveram na dianteira de grandes mobilizações no nosso país. Dessa vez não poderia ser diferente. O movimento não se trata de uma disputa política, pelo contrário, estamos lutando pela vida, democracia, emprego e renda”, ressalta o Secretário de Relações Internacionais da Força Sindical e Presidente do Sindec Porto Alegre, Nilton Neco.

WhatsApp Image 2020-05-29 at 09.22.31Crédito: Arquivo

Cartazes com o “Fora Bolsonaro” declaram o tom da campanha que tem por motivação o descontentamento com o atual governo. Na avaliação dos dirigentes não há democracia, empregos, saúde, educação e nem políticas sociais nessa gestão. O Presidente Nacional da Força Sindical, Miguel Torres, chegou a declarar que a insatisfação com Bolsonaro vem crescendo devido à postura diante da pandemia da Covid-19.

“As Centrais Sindicais sempre estiveram na dianteira de grandes mobilizações no nosso país. Dessa vez não poderia ser diferente. O movimento não se trata de uma disputa política, pelo contrário, estamos lutando pela vida, democracia, emprego e renda”, ressalta o Secretário de Relações Internacionais da Força Sindical e Presidente do Sindec Porto Alegre, Nilton Neco.