Os sindicatos dos servidores municipais de Guarujá, Santos, Praia Grande, São Vicente e Cubatão iniciarão, nesta semana, uma série de visitas às câmaras de vereadores da região.
Na foto, reunião de sindicalistas na sede dos servidores de Praia Grande, na tarde de sexta-feiraCrédito: Arquivo
Na foto, reunião de sindicalistas na sede dos servidores de Praia Grande, na tarde de sexta-feira
Eles pedirão aos seus presidentes e demais parlamentares apoio à luta contra a reforma administrativa do governo federal. A primeira será às 11 horas desta quarta-feira (30), em Guarujá.
O presidente do sindicato local, Zoel Garcia Siqueira, marcou a reunião com o presidente do legislativo, Edilson Dias (PT), que provavelmente convidará as lideranças partidárias.
Fábio Marcelo Pimentel e Adriano Roberto Lopes da Silva ‘Pixoxó’, dos sindicatos de Santos e Praia Grande, também manterão contatos com os presidentes dos respectivos legislativos.
Zoel, Fábio e Pixoxó dizem que a intenção é ampliar o movimento para todas as cidades do litoral norte e sul da região metropolitana, além de envolver sindicatos de outras categorias.
 
Seminário no final de outubro
 
Idealizador da campanha, Fábio Pimentel articulou a reunião ocorrida sexta-feira (25), no sindicato da Praia Grande, quando resolveram também promover um seminário no final de outubro.
“A reforma, se aprovada, será mais um duro golpe do governo Bolsonaro nos servidores, no estado e no povo. Nossa intenção é mostrar ao congresso nacional que estamos atentos”, diz Fábio.
“O ultraliberalismo desse governo infame”, diz Zoel, “compromissado apenas com o poder econômico, quer acabar com o funcionalismo e com os serviços públicos”.
Pixoxó lamenta que “muitos confundam a reforma administrativa com corte de privilégios das altas castas judiciais e políticas. Nossa luta é para esclarecer a população e impedir a reforma”.
Na foto, reunião de sindicalistas na sede dos servidores de Praia Grande, na tarde de sexta-feiraCrédito: Arquivo
Na foto, reunião de sindicalistas na sede dos servidores de Praia Grande, na tarde de sexta-feira
Eles pedirão aos seus presidentes e demais parlamentares apoio à luta contra a reforma administrativa do governo federal. A primeira será às 11 horas desta quarta-feira (30), em Guarujá.
O presidente do sindicato local, Zoel Garcia Siqueira, marcou a reunião com o presidente do legislativo, Edilson Dias (PT), que provavelmente convidará as lideranças partidárias.
Fábio Marcelo Pimentel e Adriano Roberto Lopes da Silva ‘Pixoxó’, dos sindicatos de Santos e Praia Grande, também manterão contatos com os presidentes dos respectivos legislativos.
Zoel, Fábio e Pixoxó dizem que a intenção é ampliar o movimento para todas as cidades do litoral norte e sul da região metropolitana, além de envolver sindicatos de outras categorias.
 
Seminário no final de outubro
 
Idealizador da campanha, Fábio Pimentel articulou a reunião ocorrida sexta-feira (25), no sindicato da Praia Grande, quando resolveram também promover um seminário no final de outubro.
“A reforma, se aprovada, será mais um duro golpe do governo Bolsonaro nos servidores, no estado e no povo. Nossa intenção é mostrar ao congresso nacional que estamos atentos”, diz Fábio.
“O ultraliberalismo desse governo infame”, diz Zoel, “compromissado apenas com o poder econômico, quer acabar com o funcionalismo e com os serviços públicos”.
Pixoxó lamenta que “muitos confundam a reforma administrativa com corte de privilégios das altas castas judiciais e políticas. Nossa luta é para esclarecer a população e impedir a reforma”.