Documento, lançado nesta quinta-feira (19) contém uma série de propostas que será entregue a todos candidatos e candidatas que concorrerão, neste segundo turno, às prefeituras nos municípios brasileiros.
Baixe aqui o documento Centrais Sindicais – Propostas aos candidatos
 
As centrais sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB e NCST divulgaram nesta quinta-feira (19) um documento com uma série de propostas que será entregue a todos candidatos e candidatas às prefeituras que concorrerão neste segundo turno nos municípios brasileiros.
 
As propostas giram em torno de um projeto de retomada do crescimento econômico sustentável e do desenvolvimento social a partir da dimensão municipal considerando a atuação do Estado como promotor de políticas públicas universais de saúde, emprego, proteção social, educação, cultura, transporte, habitação, saneamento, entre outras, os municípios encontrarão o melhor caminho para realizar as propostas apresentadas, além de outras que possam surgir para o benefício da população.
 
O documento aborda, desta forma, a geração de empregos, o fomento ao diálogo, inclusão, combate ao trabalho precário, informalidade e trabalho infantil e o incentivo a investimentos em infraestrutura.
Baixe aqui o documento Centrais Sindicais – Propostas aos candidatos
 
As centrais sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB e NCST divulgaram nesta quinta-feira (19) um documento com uma série de propostas que será entregue a todos candidatos e candidatas às prefeituras que concorrerão neste segundo turno nos municípios brasileiros.
 
As propostas giram em torno de um projeto de retomada do crescimento econômico sustentável e do desenvolvimento social a partir da dimensão municipal considerando a atuação do Estado como promotor de políticas públicas universais de saúde, emprego, proteção social, educação, cultura, transporte, habitação, saneamento, entre outras, os municípios encontrarão o melhor caminho para realizar as propostas apresentadas, além de outras que possam surgir para o benefício da população.
 
O documento aborda, desta forma, a geração de empregos, o fomento ao diálogo, inclusão, combate ao trabalho precário, informalidade e trabalho infantil e o incentivo a investimentos em infraestrutura.