“O cenário de retalhação aos direitos trabalhistas, sociais e previdenciários demanda uma luta voltada para a união, organização e mobilização, além da articulação de medidas que possibilitem a estruturação do movimento sindical para equilibrar e valorizar o processo de negociação coletiva” - Sergio Luiz Leite, Serginho, Presidente da FEQUIMFAR e 1° secretário da Força Sindical

Membros do Conselho Político Consultivo da FEQUIMFAR estarão reunidos no dia 13 de fevereiro para a primeira reunião do ano, em Praia Grande SP. Na oportunidade, discutirão a atual conjuntura política e econômica do país.

A reunião contará com três importantes momentos de debate. No primeiro, serão abordadas as estratégias para as Campanhas Salariais e Sociais – setor industrial farmacêutico, produção de etanol, químico, plástico, fertilizante, instrumentos musicais e brinquedos. Também serão discutidas campanhas de sindicalização e negociações de PLR e Acordos Coletivos de Trabalho.

A segunda parte do encontro vai avaliar a pauta do movimento sindical no Congresso Nacional. Entre os temas, estão a luta pela retomada da política de valorização do salário mínimo e o combate à MP 905/19 da Carteira de Trabalho Verde e Amarela. Além disso, os dirigentes químicos irão discutir a estrutura e o custeio sindical, bem como a valorização da negociação coletiva.

A última etapa da reunião irá analisar o papel que o movimento sindical deverá desempenhar nas eleições municiais de 2020, junto à deliberação de uma pauta dos Químicos com as demandas sociais – emprego, direitos e redução da desigualdade.

O Conselho Político Consultivo da FEQUIMFAR é formado pelos presidentes dos 33 Sindicatos filiados, que juntos, representam trabalhadores nas indústrias farmacêuticas, produção de etanol, químicas, plásticas, instrumentos musicais e de brinquedos no estado de São Paulo.

“O cenário de retalhação aos direitos trabalhistas, sociais e previdenciários demanda uma luta voltada para a união, organização e mobilização, além da articulação de medidas que possibilitem a estruturação do movimento sindical para equilibrar e valorizar o processo de negociação coletiva” - Sergio Luiz Leite, Serginho, Presidente da FEQUIMFAR e 1° secretário da Força Sindical

Membros do Conselho Político Consultivo da FEQUIMFAR estarão reunidos no dia 13 de fevereiro para a primeira reunião do ano, em Praia Grande SP. Na oportunidade, discutirão a atual conjuntura política e econômica do país.

A reunião contará com três importantes momentos de debate. No primeiro, serão abordadas as estratégias para as Campanhas Salariais e Sociais – setor industrial farmacêutico, produção de etanol, químico, plástico, fertilizante, instrumentos musicais e brinquedos. Também serão discutidas campanhas de sindicalização e negociações de PLR e Acordos Coletivos de Trabalho.

A segunda parte do encontro vai avaliar a pauta do movimento sindical no Congresso Nacional. Entre os temas, estão a luta pela retomada da política de valorização do salário mínimo e o combate à MP 905/19 da Carteira de Trabalho Verde e Amarela. Além disso, os dirigentes químicos irão discutir a estrutura e o custeio sindical, bem como a valorização da negociação coletiva.

A última etapa da reunião irá analisar o papel que o movimento sindical deverá desempenhar nas eleições municiais de 2020, junto à deliberação de uma pauta dos Químicos com as demandas sociais – emprego, direitos e redução da desigualdade.

O Conselho Político Consultivo da FEQUIMFAR é formado pelos presidentes dos 33 Sindicatos filiados, que juntos, representam trabalhadores nas indústrias farmacêuticas, produção de etanol, químicas, plásticas, instrumentos musicais e de brinquedos no estado de São Paulo.