A CNTQ - Confederação Nacional dos trabalhadores Químicos realiza nesta teraça-feira (28), de maneira híbrida, reunião com lideranças de todo o Brasil do ramo químico para debater entre outros assuntos o fortalecimento das negociações coletivas
Químicos do Brasil debatem fortalecimento das negociações coletivas
Lideranças da Confederação Nacional dos trabalhadores Químicos (CNTQ) estiveram reunidas hoje, dia 28 de novembro, de forma híbrida, para discutir a prestação de contas 2023 da entidade e também a previsão orçamentária 2024.
 
Na sede da FEQUIMFAR, estiveram Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e vice-presidente da Força Sindical, Danilo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical São Paulo e tesoureiro da CNTQ, e Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ e do Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região.
 
Na oportunidade, Serginho falou sobre as atividades desenvolvidas em Brasília, em especial, dos debates tripartites que envolvem temas como o fortalecimento das negociações coletivas, o custeio sindical, revisão da reforma trabalhista, REIQ e o papel do movimento sindical, desoneração da folha de pagamento e as pautas principais em tramitação no Congresso Nacional. 
 
Diversas lideranças sindicais da CNTQ, de federações e sindicatos filiados participam do encontro. O evento contará ainda com as apresentações do assessor jurídico, César Augusto Mello, do técnico do Dieese, Daniel Ferrer.
Químicos do Brasil debatem fortalecimento das negociações coletivas
Químicos do Brasil debatem fortalecimento das negociações coletivas

 

Químicos do Brasil debatem fortalecimento das negociações coletivas
Lideranças da Confederação Nacional dos trabalhadores Químicos (CNTQ) estiveram reunidas hoje, dia 28 de novembro, de forma híbrida, para discutir a prestação de contas 2023 da entidade e também a previsão orçamentária 2024.
 
Na sede da FEQUIMFAR, estiveram Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e vice-presidente da Força Sindical, Danilo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical São Paulo e tesoureiro da CNTQ, e Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ e do Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região.
 
Na oportunidade, Serginho falou sobre as atividades desenvolvidas em Brasília, em especial, dos debates tripartites que envolvem temas como o fortalecimento das negociações coletivas, o custeio sindical, revisão da reforma trabalhista, REIQ e o papel do movimento sindical, desoneração da folha de pagamento e as pautas principais em tramitação no Congresso Nacional. 
 
Diversas lideranças sindicais da CNTQ, de federações e sindicatos filiados participam do encontro. O evento contará ainda com as apresentações do assessor jurídico, César Augusto Mello, do técnico do Dieese, Daniel Ferrer.
Químicos do Brasil debatem fortalecimento das negociações coletivas
Químicos do Brasil debatem fortalecimento das negociações coletivas