Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
15 JUL 2024

Imagem do dia

[caption id="attachment_63290" align="aligncenter" width="700"]Centrais e ministro do Trabalho falam sobre igualdade salarial entre homens e mulheres Centrais celebram um ano da lei de igualdade em encontro com ministro Marinho[/caption] As Centrais celebram um ano da lei de igualdade - lei 14.611, importante instrumento de promoção de justiça social e cidadania, durante um encontro realizado, nesta segunda-feira (15), na sede do Dieese - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. O encontro contou com a participação do Ministério do Trabalho, Ministério das Mulheres e o movimento sindical representado pelas centrais sindicais. Pelo governo, participaram o ministro do Trabalho e Emprego (MTE), Luiz Marinho, a secretária executiva do Ministério das Mulheres, Maria Helena Guarezi e a secretária da Secretaria Nacional de Autonomia Econômica (SENAEC), Rosane da Silva. [caption id="attachment_63330" align="aligncenter" width="700"]Centrais celebram um ano da lei de igualdade em encontro com ministro Marinho Dirigentes sindicais Centrais celebram um ano da lei de igualdade em encontro com ministro Marinho[/caption] O encontro foi promovido pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Sustentável (Conselhão) e foi dividido em dois momentos, um com a participação de representantes do setor empresarial. O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, defendeu mais oportunidades para as trabalhadoras, além da igualdade salarial que já representa um avanço e que precisa se “transformar em uma realidade”.

"Vamos debater ações para que a Lei da Igualdade seja cada vez uma realidade no mercado de trabalho e também como aumentar as oportunidades de trabalho para as mulheres".
O sindicalista destacou a realização, no próximo dia 27 de julho, da 2ª Conferência Nacional MetalMulheres, na sede da Força Sindical, Rua Galvão Bueno, 782, Liberdade, São Paulo. https://www.youtube.com/watch?v=Z976LVzcOU8 A secretária Nacional de Políticas para as Mulheres da Força Sindical, Maria Auxiliadora dos Santos ressalta que as centrais sindicais defendem que nas negociações coletivas todas as categorias coloquem na pauta a igualdade de oportunidades e a igualdade salarial. “As negociações coletivas das categorias precisam ter em suas pautas de reivindicações essa luta para diminuir cada vez mais a desigualdade entre homens e mulheres", afirma a sindicalista.

Relatórios

Os relatórios elaborados, em parceria, pelo Ministério do Trabalho e das Mulheres apresentam um levantamento fornecido pelas empresas com as diferenças salarias dentro do quadro de funcionários. É “Relatórios de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios” que serve de base para que o movimento sindical lutar para fazer valer a Lei da Igualdade. De acordo com a lei, empresas com 100 ou mais funcionários ficam obrigadas a divulgar a cada seis meses, em março e setembro, esses dados. Além de enviar os dados ao MTE, as empresas também devem publicar os relatórios em seus sites, nas redes sociais, ou fazendo por meio de canais que garantam a ampla divulgação para empregados, colaboradores e público em geral. Caso constatada a desigualdade salarial entre mulheres e homens, o MTE irá notificar a empresa, para que elabore, em 90 dias, um plano de ação com medidas a serem adotadas.

Governo

No encontro, o ministro Luiz Marinho citou os desafios enfrentados para garantir não apenas a igualdade salarial, mas também a igualdade de acesso às oportunidades.
“Temos que aprofundar esse debate cada vez mais. Quando falamos do desafio da igualdade salarial, suponho também a falta de igualdade no acesso às oportunidades”. Ele citou, como exemplo de desafio a falta de creches. “A ausência de creches para as famílias já é uma restrição à igualdade”, disse.
A secretária executiva do Ministério das Mulheres, Maria Helena Guarezi, destacou a participação das mulheres na sociedade e reforçou a importância da igualdade de acesso às oportunidades.
”Uma coisa que acho importante é que as mulheres não precisam só participar de pautas que dizem respeito às mulheres. Temos que participar de tudo(…) e quero lembrar que se não fosse a maioria das mulheres, talvez o presidente Lula não tivesse assumido aquela cadeira”, disse citando que há dados que mostram que as mulheres foram fundamentais nas eleições."

A lei da igualdade

A lei estabelece diretrizes para que homens e mulheres tenham equiparação salarial no país. Ainda hoje, elas ganham cerca de 22% menos que homens nas mesmas funções, estão, em sua maioria, nas profissões com maior dificuldade de ascensão profissional, além de carregarem as reponsabilidades com os cuidados da casa e com filho, idosos, pessoas com deficiências, ou seja, exercem a chamada dupla jornada. Dados do Dieese mostram que, no mercado de trabalho, as mulheres ocupam apenas 45,8% dos cargos de Liderança. Considerando o recorte racial, mulheres negras representam apenas 9,5% destes cargos. A remuneração média das mulheres nesses cargos é 25% inferior à remuneração dos homens. Além disso, ao se analisar o recorte racial, verifica-se que a remuneração média das mulheres negras (pretas e pardas) é, em média, 38% inferior a remuneração do bancário branco do sexo masculino. Leia também: Setor de Serviços fica estável em maio, diz IBGE

Imagem do dia - Força Sindical

Colunistas

Nilton Souza da Silva, o Neco

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto
Artigos 11 JUN 2024

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto

Artigos 23 JAN 2024

Apagão de responsabilidade

Artigos 16 NOV 2023

Por que o medo da Convenção Coletiva?

Artigos 22 AGO 2023

Desmistificando o debate sobre o Imposto Sindical

Artigos 24 ABR 2023

Colocando os pingos nos Is sobre a contribuição sindical

Artigos 29 MAR 2023

Em cartaz: “Premonição” (versão mercado de trabalho no Brasil)

Artigos 27 FEV 2023

A desumanidade no mercado de trabalho

Artigos 13 AGO 2021

A saúde mental dos trabalhadores pede socorro

Artigos 19 MAR 2021

O mal se corta pela raiz

Artigos 25 FEV 2021

O ano que ainda não terminou

Artigos 4 AGO 2020

O comércio não é o vilão da pandemia

Artigos 16 JUN 2020

Nós avisamos

Artigos 25 MAI 2020

Precisamos de uma saída de emergência

Artigos 27 MAR 2020

Saúde x Economia

Artigos 6 JUN 2018

E Golias matou Davi

Artigos 22 NOV 2017

Nota sobre a Campanha Salarial dos comerciários de Porto Alegre

Artigos 14 SET 2017

Comerciários de Porto Alegre-RS estão em Campanha Salarial

A corda arrebenta sempre do lado mais fraco
Artigos 13 JUL 2017

A corda arrebenta sempre do lado mais fraco

Artigos 27 ABR 2017

Não vamos desistir da nossa luta

Artigos 23 MAR 2017

Terceirização: ataque aos direitos dos trabalhadores

Artigos 14 MAR 2017

Transferindo responsabilidades

Artigos 29 DEZ 2016

Em 2017 a luta não pode parar!

Artigos 26 DEZ 2016

Nenhum direito a menos!

Artigos 31 MAR 2016

Geração de emprego e renda é o caminho para vencer a crise

Artigos 17 DEZ 2015

Retrospectiva 2015

Aplicativos: a precarização das relações de trabalho disfarçada de tecnologia
Artigos 1 DEZ 2015

Aplicativos: a precarização das relações de trabalho disfarçada de tecnologia

Artigos 30 OUT 2015

Os desafios do sindicalismo na esfera internacional

Artigos 11 AGO 2015

Garantia nos avanços dos comerciários

Artigos 13 JUL 2015

83 anos de luta em prol dos comerciários

Artigos 27 ABR 2015

Cercamento da Redenção: um forte aliado à segurança das famílias

Artigos 22 ABR 2015

Terceirização, regulamentação já!

Artigos 13 NOV 2014

Negociação vitoriosa garante aumento de 10,3% nos pisos dos comerciários de Porto Alegre

Artigos 7 ABR 2014

Vitória dos trabalhadores latino-americanos e caribenhos

Artigos 25 MAR 2014

Convocação para 8ª Marcha das Centrais

Artigos 17 JAN 2014

“Rolés” e suas consequências

Artigos 13 NOV 2013

Campanha Salarial 2013: uma conquista de todos!

Artigos 16 JUL 2013

Trabalhador unido, jamais será vencido!

Artigos 28 JUN 2013

Aula de democracia e participação

Artigos 18 JAN 2013

Fórum Social Mundial Temático

Artigos 10 DEZ 2012

FST: Democracia, Cidades e Desenvolvimento Sustentável

Artigos 13 NOV 2012

Brasil: saudável na economia,mas precário na saúde pública

Artigos 23 FEV 2012

Saúde social é tão importante quanto a econômica

Artigos 10 FEV 2012

Lutar pelos direitos sociais não é crime, presidenta!

Artigos 20 JAN 2012

No Fórum Social, a afirmação de um mundo melhor para a maioria

Artigos 17 JAN 2012

Em seus 80 anos, o SINDEC tem tudo a ver com a Capital do Fórum Social Mundial

Artigos 26 JUL 2011

No SINDEC , a força do comerciário

Artigos 21 JUL 2011

A Luta dos Trabalhadores no Brasil e na China

Artigos 3 JUN 2011

OIT mira transformação no mundo do trabalho

Artigos 19 MAI 2011

Importante intercâmbio sindical bilateral Força Sindical e a FNSCh- China

Artigos 23 FEV 2011

Unidade de ação: o diferencial brasileiro na organização sindical

Artigos 14 JAN 2011

R$ 580 é o mínimo e não o justo

Artigos 30 OUT 2009

Todos deveriam contribuir com a Previdência Social

Artigos 3 MAI 2009

Não fale em crise trabalhe!

Artigos 11 NOV 2008

Esta crise não é nossa

Artigos 8 OUT 2008

Jornada Mundial pelo Trabalho Decente

Artigos 29 AGO 2008

Chega de insegurança em Porto Alegre!

Artigos 4 JUL 2008

Bem-vinda ao mundo livre, Ingrid!

Artigos 1 ABR 2008

Parecer para o Plano Plurianual

Artigos 31 JAN 2008

Pluralismo e democracia dentro e fora do Brasil

Artigos 5 OUT 2007

Temos de combater as práticas anti-sindicais