Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
16 ABR 2024

Imagem do dia

Veja fotos do Lançamento do 1º de Maio Unitário Na manhã desta terça-feira (16) dezenas de lideranças sindicais fizeram uma panfletagem para iniciar a divulgação da celebração do Dia do Trabalhador – 1º de Maio Unificado das Centrais Sindicais foi realizado, no Largo da Concórdia (Estação de Trem do Brás), em São Paulo SP. O evento, este ano, será realizado no Estacionamento da NeoQuímica Arena (Itaquerão – estádio do Corinthians), na Zona Leste da capital paulista, a partir das 10 horas. O 1º de Maio Unitário é organizado pelas centrais sindicais:

  • Central Única dos Trabalhadores (CUT);
  • Força Sindical;
  • União Geral dos Trabalhadores (UGT);
  • Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB);
  • Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST);
  • Central de Sindicatos do Brasil (CSB);
  • Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e
  • Pública – Central do Servidor
Este ano, o lema do 1º de Maio Unificado será “Por um Brasil mais Justo” e vai destacar emprego decente; correção da tabela do Imposto de Renda, juros mais baixos, aposentadoria digna, salário igual para trabalho igual e valorização do serviço público.

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Força

Campo Grande (MS): Empregados em supermercados devem recorrer à greve geral

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Força

Campo Grande (MS): Empregados em supermercados devem recorrer à greve geral

Sem acordo na 12ª rodada de negociação, os comerciários se reúnem agora para decidir sobre greve geral

Foto: Arquivo SindicatoOs empregados em supermercados de Campo Grande serão obrigados a apelar para a greve para impedir a abertura e funcionamento de alguns supermercados da cidade, mesmo tento que enfrentar obstáculos que certamente serão impostos por seguranças dos estabelecimentos ou pela própria tropa de choque da polícia. Tudo isso para conseguir um mínimo de 2% de ganho real sobre seus vencimentos. Os empresários estão há quase 9 meses protelando conceder 1% sequer de ganho real sobre o índice de inflação de abril (data base da categoria), que foi de 5,5%. A ameaça foi feita pela direção do Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande no final da reunião de ontem com supermercadistas e dirigentes de entidades patronais.

"Infelizmente, acredito que seremos obrigados a partir para o confronto de fato para que os senhores mudem de idéia e respeitem seus empregados, pagando salários dignos e não tratando-os como escravos", comentou Idelmar aos empresários, encerrando assim a 12ª tentativa de chegar a um acordo com os supermercadistas.

O Sindicato dos Comerciários vai convocar os empregados em supermercados para uma assembléia geral no dia 9 de dezembro na sede da entidade, às 19 horas, para decidir se partem ou não para a greve geral. A entidade já marcou também uma nova reunião com os supermercadistas, a 13ª, para o dia 11/12/08, às 9 horas, na sede do sindicato dos donos de supermercados, para anunciar a decisão da categoria. Ou seja, se haverá ou não a greve.

"Faremos tudo como manda a lei. Vamos usar da greve, se assim a assembléia decidir, como um instrumento de pressão aos empresários para que hajam com maior decência no trato com seus empregados",comentou Idelmar. Ele informou que na última assembléia geral que realizou no sindicato, dia 18, os empregados já manifestaram desejo de partir para a greve geral nos supermercados. "Há uma revolta muito grande da categoria pelo descaso e desrespeito com que são tratados nas empresas", comentou o sindicalista.

Idelmar já adiantou aos empresários, no final da reunião de ontem, em caso de greve, terá o apoio da Força Sindical, do Fórum Sindical dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul (organismo que integra dezenas de sindicatos e federações de trabalhadores no Estado), CNTC (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio) e FETRACOM (Federação dos Trabalhadores no Comércio de Mato Grosso do Sul) e de inúmeros sindicatos e federações de trabalhadores de diversas categorias. A própria cúpula nacional da Força Sindical, FST e CNTC deverão dar apoio especial ao movimento que deverá ser deflagrado em Campo Grande.

Além de impedir o funcionamento de alguns supermercados da cidade, de maneira simultânea, os manifestantes deverão entregar folhetos aos consumidores informando-os de que o movimento se deve "à falta de escrúpulos" de alguns supermercadistas que acabam dominando a vontade dos demais. Idelmar tomou conhecimento de que na reunião dos empresários, realizada na semana passada, um empresário, "baixinho", dono de uma rede de supermercados na cidade, teria chegado ao ponto de esmurrar a mesa de reunião contrariando boa parte dos empresários ali reunidos, dizendo que os empregados deveriam ganhar "nada" de aumento salarial. No final, acabou prevalecendo sua vontade, "o que é lamentável numa democracia como vivemos", comentou Idelmar.

Propostas

Os empregados querem 7,5% de reposição salarial e um piso de R$ 520,00. Os empresários ofereceram apenas o índice inflacionário de abril (quando deveria entrar em vigor a nova Convenção Coletiva de Trabalho), que foi de 5,5% e um piso salarial de R$ 510,00. O vice-presidente do Sindicato dos Comerciários de Campo Grande, Nelson Benites informou que os comerciários lojistas ganharam um reajuste de 7,5%, para aqueles que ganham acima do piso salarial. E aqueles que ganhavam um piso de R$ 515,00, passaram a ganhar R$ 560,00. "Observe que os comerciários lojistas ganhavam há um ano, muito acima do que os supermercadistas estão oferecendo agora como piso para seus empregados, que é de R$ 510,00", comentou Nelson.

O vice- presidente lembrou ainda que os empregados lojistas além de ganhar mais, não trabalham aos domingos e feriados, como os comerciários de supermercados. "Mesmo assim esses empresários insistem em não reconhecer esse esforço. Não haverá outro jeito de convence-los a respeitar a categoria se não for através da greve, do confronto direto para que sintam no bolso os prejuízos de um tumulto por horas a fio em frente a seus estabelecimentos", comentou Nelson.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sindicato

Últimas de Força

Todas de Força
SinSaúdeSP lança convocação para Campanha Salarial 2024/2025
Força 23 ABR 2024

SinSaúdeSP lança convocação para Campanha Salarial 2024/2025

Sindicalistas debatem pautas trabalhistas
Força 23 ABR 2024

Sindicalistas debatem pautas trabalhistas

Vídeos 23 ABR 2024

1º de Maio Unitário – Por um Brasil mais justo!

86,1% dos reajuste salarias tiveram ganho real no primeiro trimestre
Força 19 ABR 2024

86,1% dos reajuste salarias tiveram ganho real no primeiro trimestre

Vídeos 19 ABR 2024

Presidente da Força intensifica luta para fortalecer movimento sindical

Em Brasília, sindicalistas debatem necessidades do setor elétrico nacional
Força 19 ABR 2024

Em Brasília, sindicalistas debatem necessidades do setor elétrico nacional

Eusébio Neto representa trabalhadores no Conselho do SENAC
Força 19 ABR 2024

Eusébio Neto representa trabalhadores no Conselho do SENAC

Sintrabor: Prometeon dificulta a antecipação de acordos coletivos
Força 19 ABR 2024

Sintrabor: Prometeon dificulta a antecipação de acordos coletivos

Projeção de AFT para SP é reduzida; “não vamos abrir mão do contingente”, diz Cissor
Força 19 ABR 2024

Projeção de AFT para SP é reduzida; “não vamos abrir mão do contingente”, diz Cissor

Sindsaúde na posse do Conselho Federal de Enfermagem
Força 19 ABR 2024

Sindsaúde na posse do Conselho Federal de Enfermagem

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%
Força 18 ABR 2024

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%

Servidores públicos debatem financiamento sindical
Força 18 ABR 2024

Servidores públicos debatem financiamento sindical

Mobilização dos Portuários de Santos nesta quinta-feira (18)
Força 18 ABR 2024

Mobilização dos Portuários de Santos nesta quinta-feira (18)

Seminário promove debate sobre o combate ao assédio eleitoral no trabalho
Força 18 ABR 2024

Seminário promove debate sobre o combate ao assédio eleitoral no trabalho

Miguel e Chicão debatem fortalecimento da negociação coletiva
Força 18 ABR 2024

Miguel e Chicão debatem fortalecimento da negociação coletiva

Prevenção de Acidentes do Trabalho: lançada a CANPAT 2024
Saúde e Segurança 18 ABR 2024

Prevenção de Acidentes do Trabalho: lançada a CANPAT 2024

Luiz Marinho e deputado Gastão recebem centrais sindicais
Força 18 ABR 2024

Luiz Marinho e deputado Gastão recebem centrais sindicais

Articulação para atualização do movimento sindical segue em Brasília
Força 18 ABR 2024

Articulação para atualização do movimento sindical segue em Brasília

Dia do Motociclista Profissional em debate no Senado Federal
Força 17 ABR 2024

Dia do Motociclista Profissional em debate no Senado Federal

Sindicalistas debatem temas relacionados à previdência propostos no GT do Setor Químico
Força 17 ABR 2024

Sindicalistas debatem temas relacionados à previdência propostos no GT do Setor Químico

Lideranças da Força Sindical se reúnem com delegação chinesa da ACFTU
Força 17 ABR 2024

Lideranças da Força Sindical se reúnem com delegação chinesa da ACFTU

Após conquistas, Sintrabor exalta organização nos locais de trabalho
Força 17 ABR 2024

Após conquistas, Sintrabor exalta organização nos locais de trabalho

Terceirizada some e unidade de Saúde em Guarulhos fica sem limpeza
Força 17 ABR 2024

Terceirizada some e unidade de Saúde em Guarulhos fica sem limpeza

Reunião do presidente Miguel e assessor jurídico da CNTM
Força 17 ABR 2024

Reunião do presidente Miguel e assessor jurídico da CNTM

Sindnapi reforça divulgação do 1º de Maio Unificado
Força 17 ABR 2024

Sindnapi reforça divulgação do 1º de Maio Unificado

Por que regulamentar a relação entre motoristas de veículos 4 rodas e empresas de aplicativos?
Força 17 ABR 2024

Por que regulamentar a relação entre motoristas de veículos 4 rodas e empresas de aplicativos?

Liberdade sindical sob a ótica dos atos antissindicais em debate
Força 16 ABR 2024

Liberdade sindical sob a ótica dos atos antissindicais em debate

Hoteleiros de Goiás debatem fortalecimento do movimento sindical
Força 16 ABR 2024

Hoteleiros de Goiás debatem fortalecimento do movimento sindical

Ato e Canto pela Vida será domingo (28); confira programação
Força 16 ABR 2024

Ato e Canto pela Vida será domingo (28); confira programação

Veja fotos do Lançamento do 1º de Maio Unitário
Imagem do dia 16 ABR 2024

Veja fotos do Lançamento do 1º de Maio Unitário

Aguarde! Carregando mais artigos...