Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
25 ABR 2024

Imagem do dia

8⁰ Congresso Internacional de Direito Sindical 8⁰ Congresso Internacional de Direito Sindical

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Força

Frentistas interditam posto e Rede Forza no Rio de Janeiro

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Força

Frentistas interditam posto e Rede Forza no Rio de Janeiro

Proforza umCrédito: Sindicato

A diretoria do Sindicato dos Frentistas do Rio de Janeiro(SINPOSPETRO-RJ) se reúne nesta quinta-feira(12), às 14h, com representantes da Rede Forza, na sede do sindicato para discutir a demissão dos 270 funcionários da empresa que foram dispensados sem receber as verbas rescisórias. O encontro acontece um dia após o sindicato fechar por mais de sete horas um dos principais postos de combustíveis da empresa, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, onde fica a sede da Forza. Mesmo com a presença da polícia, o sindicato manteve a manifestação e impediu o abastecimento dos veículos. O protesto só encerrou quando a empresa se comprometeu a apresentar uma proposta ao sindicato.

A manifestação paralisou por completo o atendimento no posto de combustível na manhã desta quarta-feira(11). Mais de duzentos carros deixaram de ser abastecidos entre 7:20h e 11h. O  posto de bandeira Shell, fica na Avenida Ayrton Senna, uma das principais vias da cidade do Rio de Janeiro. A polícia foi chamada para acabar com o protesto. Três viaturas do 18º Batalhão chegaram ao local. Ao tomarem conhecimento do motivo e da legitimidade da manifestação, os policiais permitiram que o sindicato prosseguisse com o protesto, desde que liberasse o acesso de veículos ao posto de combustível.

Para cumprir a solicitação da polícia, a diretoria do SINPOSPETRO-RJ liberou parcialmente a circulação no posto. Apenas cinco bombas funcionaram no período das 11h às 13h, enquanto as demais foram interditadas por carros do sindicato. Como a empresa resistiu em atender a categoria, o sindicou voltou a fechar o posto totalmente entre 13h e 14:30h. Após essa última interrupção, a diretoria foi recebida por representantes da empresa. A manifestação provocou prejuízo à empresa. O posto vende por dia mais de 30 mil litros de combustíveis e cerca de 25 mil m³ de GNV.

DEFESA DOS DIREITOS

Durante o protesto, o presidente do sindicato, Eusébio Pinto Neto, criticou a postura da Forza que brincou com os funcionários ao demiti-los e, colocá-los em aviso-prévio, mesmo sabendo que não pagaria a indenização trabalhista. “A Forza pisou na bola na gestão da demissão, na forma como tratou os trabalhadores, que por muitos anos ajudaram a alavancar os lucros da empresa. Essa pecha de mau patrão, de explorador, de desrespeitador dos direitos básicos do trabalhador, a empresa vai carregar para sempre”.

O presidente do sindicato condenou a atitude da empresa que vendeu alguns postos e não se preocupou em negociar a recolocação dos funcionários demitidos. Ele declarou que a Forza tem que pagar pelo prejuízo social que está causando com a demissão em massa. Para Eusébio Neto é impossível acreditar que uma das maiores rede de postos do Estado do Rio de Janeiro não tem um programa de assistência ao trabalhador e ainda se recusa em atender os ex-funcionários.
 
Eusébio Neto fez questão de frisar que qualquer empresa está sujeita a passar por dificuldades financeiras, mas o sindicato não vai aceitar a falta de respeito com o trabalhador. “A Forza não tentou negociar um acordo e mandou o trabalhador procurar seus direitos na Justiça. Isso é crueldade. O empresário não pode dar calote no trabalhador. O patrão não vende combustível fiado, não admite calote, mas quer usar a força de trabalho de graça”-disse indignado.
 
JUSTIÇA

o departamento jurídico do sindicato começou a protocolar na Justiça, na última terça-feira(10), as ações de reclamação trabalhista com pedido de tutela antecipada. A medida tem por objetivo agilizar a liberação do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço(FGTS) e o seguro-desemprego dos ex-funcionários da Rede Forza. O pedido de tutela antecipada garante a liberação dos benefícios, antes do julgamento do processo. Segundo o advogado Márcio Porto, além das verbas rescisórias, o departamento jurídico reivindica para o trabalhador 60 pisos salariais da categoria de dano moral, já que a indenização tem por finalidade garantir o sustento do trabalhador durante o período desemprego.
 

Fonte: Assessoria de imprensa, Sinpospetro-RJ

Últimas de Força

Todas de Força
Justiça do Rio condena posto de combustíveis a pagar aos funcionários as perdas de planos econômicos
Força 17 MAI 2024

Justiça do Rio condena posto de combustíveis a pagar aos funcionários as perdas de planos econômicos

Pirelli: metalúrgicos aprovam acordo com PLR de R$ 20 mil
Força 17 MAI 2024

Pirelli: metalúrgicos aprovam acordo com PLR de R$ 20 mil

Metalúrgicos da Renault/Horse dão 72hs para retomar negociações
Força 17 MAI 2024

Metalúrgicos da Renault/Horse dão 72hs para retomar negociações

Movimento sindical leva propostas de ajuda ao RS no Conselhão
Força 17 MAI 2024

Movimento sindical leva propostas de ajuda ao RS no Conselhão

Sintraf Petrolina celebra aniversário de dez anos com grande evento, nesta sexta (17)
Força 17 MAI 2024

Sintraf Petrolina celebra aniversário de dez anos com grande evento, nesta sexta (17)

SinSaúdeSP realiza homenagem aos “heróis da saúde”
Força 16 MAI 2024

SinSaúdeSP realiza homenagem aos “heróis da saúde”

Sindieventos Bahia participa de debate sobre trabalho na cultura
Força 16 MAI 2024

Sindieventos Bahia participa de debate sobre trabalho na cultura

SINPOSPETRO-RJ oferece tratamento ambulatorial de qualidade aos associados
Força 16 MAI 2024

SINPOSPETRO-RJ oferece tratamento ambulatorial de qualidade aos associados

Cabeça de bacalhau
Artigos 16 MAI 2024

Cabeça de bacalhau

Metalúrgicos da Ferrolene aprovam ação solidária ao povo do RS
Força 16 MAI 2024

Metalúrgicos da Ferrolene aprovam ação solidária ao povo do RS

Ferrolene: trabalhadores e empresa unidos em solidariedade ao povo do RS
Força 16 MAI 2024

Ferrolene: trabalhadores e empresa unidos em solidariedade ao povo do RS

Sindicato dos Metalúrgicos de SP e Força Sindical enviam água para o RS
Força 15 MAI 2024

Sindicato dos Metalúrgicos de SP e Força Sindical enviam água para o RS

Sindnapi auxilia idosos desabrigados no RS
Força 15 MAI 2024

Sindnapi auxilia idosos desabrigados no RS

Sindnapi ouve pré-candidatos a vereadores e prefeito
Força 15 MAI 2024

Sindnapi ouve pré-candidatos a vereadores e prefeito

Apoio à greve dos trabalhadores da Renault\Horse
Força 15 MAI 2024

Apoio à greve dos trabalhadores da Renault\Horse

Calamidade no RS: sindicalismo solidário!
Força 15 MAI 2024

Calamidade no RS: sindicalismo solidário!

Sindicalistas e Marinho debatem ações para ajudar o RS
Força 15 MAI 2024

Sindicalistas e Marinho debatem ações para ajudar o RS

Direto de Brasília!
Força 15 MAI 2024

Direto de Brasília!

Metalúrgicos da Ferrolene fazem ato nesta quarta (15)
Força 15 MAI 2024

Metalúrgicos da Ferrolene fazem ato nesta quarta (15)

Calamidade no RS: veja propostas das centrais sindicais entregues ao Ministro Marinho
Força 15 MAI 2024

Calamidade no RS: veja propostas das centrais sindicais entregues ao Ministro Marinho

Sindicalistas se reúnem com Senador Alcolumbre
Força 15 MAI 2024

Sindicalistas se reúnem com Senador Alcolumbre

Tabela de salários do município do RJ é distribuída nos postos
Força 15 MAI 2024

Tabela de salários do município do RJ é distribuída nos postos

Porto de Santos e região poderão ter mais auditores fiscais do trabalho
Força 14 MAI 2024

Porto de Santos e região poderão ter mais auditores fiscais do trabalho

Novas delegadas de fábrica do SMC são empossadas
Força 14 MAI 2024

Novas delegadas de fábrica do SMC são empossadas

Sindicalistas debatem fortalecimento sindical com liderança do PSD
Força 14 MAI 2024

Sindicalistas debatem fortalecimento sindical com liderança do PSD

Ônibus vazio no 6º dia de greve na Renault
Força 14 MAI 2024

Ônibus vazio no 6º dia de greve na Renault

Refeições Coletivas SP se mobiliza para ajudar população do RS
Força 14 MAI 2024

Refeições Coletivas SP se mobiliza para ajudar população do RS

Trabalhadores da Construção Civil SP conquistam aumento real
Força 14 MAI 2024

Trabalhadores da Construção Civil SP conquistam aumento real

MTE é parceiro estratégico do Pacto Global da ONU – Rede Brasil
Imprensa 14 MAI 2024

MTE é parceiro estratégico do Pacto Global da ONU – Rede Brasil

Borracheiros SP entregam doações às vitimas das chuvas no RS
Força 13 MAI 2024

Borracheiros SP entregam doações às vitimas das chuvas no RS

Aguarde! Carregando mais artigos...