Em pauta, reunião com associação de peritos do INSS e planos de saúde para aposentados e demitidos

No próximo dia 7, será realizada na Federação dos Rodoviários em São Paulo, a reunião extraordinária do Fórum de Saúde do Trabalhador das centrais sindicais. Segundo Arnaldo Gonçalves, secretário de Saúde e Segurança do Trabalho, da Força Sindical Nacional, pela manhã será realizada uma reunião com a Associação Nacional dos Médicos Peritos, que quer explicar seu trabalho.

A atuação dos peritos é muito criticada pelos trabalhadores que sofrem acidentes de trabalho e foi debatida no dia 4 de outubro, no Ministério da Previdência Social.

Também será debatida a participação das centrais na audiência pública que irá debater o parecer sobre a proposta de regulação pela ANS, dos artigos 30 e 31, que dispõe sobre os planos de saúde corporativos para aposentados e demitidos do trabalho.

A audiência foi aprovada por meio de requerimento do senador Paulo Paim (PT-RS) na Comissão de Direitos Humanos do Senado e será realizada no dia 1º de novembro, às 9h, no Plenário nº 2, da Ala Senador Nilo Coelho, Anexo II.
Também serão encaminhadas as pendências sobre a Política de Saúde do Trabalhador; observatório, Fundacentro, Anvisa e outros.

No dia 19, Rogério de Jesus, diretor do Sindicato dos Técnicos de Saúde e Segurança do Trabalho de SP, participou da 54ª reunião do Conselho Curador. Segundo ele, foi debatida a proposta orçamentária da entidade, que não é a ideal, porque apenas custeará a estrutura atual, sem destinar recursos para pesquisas. As pesquisas são fundamentais para a política de prevenção, disse.

No próximo dia 7, será realizada na Federação dos Rodoviários em São Paulo, a reunião extraordinária do Fórum de Saúde do Trabalhador das centrais sindicais. Segundo Arnaldo Gonçalves, secretário de Saúde e Segurança do Trabalho, da Força Sindical Nacional, pela manhã será realizada uma reunião com a Associação Nacional dos Médicos Peritos, que quer explicar seu trabalho.

A atuação dos peritos é muito criticada pelos trabalhadores que sofrem acidentes de trabalho e foi debatida no dia 4 de outubro, no Ministério da Previdência Social.

Também será debatida a participação das centrais na audiência pública que irá debater o parecer sobre a proposta de regulação pela ANS, dos artigos 30 e 31, que dispõe sobre os planos de saúde corporativos para aposentados e demitidos do trabalho.

A audiência foi aprovada por meio de requerimento do senador Paulo Paim (PT-RS) na Comissão de Direitos Humanos do Senado e será realizada no dia 1º de novembro, às 9h, no Plenário nº 2, da Ala Senador Nilo Coelho, Anexo II.
Também serão encaminhadas as pendências sobre a Política de Saúde do Trabalhador; observatório, Fundacentro, Anvisa e outros.

No dia 19, Rogério de Jesus, diretor do Sindicato dos Técnicos de Saúde e Segurança do Trabalho de SP, participou da 54ª reunião do Conselho Curador. Segundo ele, foi debatida a proposta orçamentária da entidade, que não é a ideal, porque apenas custeará a estrutura atual, sem destinar recursos para pesquisas. As pesquisas são fundamentais para a política de prevenção, disse.