Diferente do deputado, presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, recebeu o documento
Arthur Lira enrola e não recebe Pauta da Conclat | Dia 7 de abril, uma quinta-feira, as Centrais Sindicais realizaram a terceira Conclat, que aprovou a Pauta Unitária da Classe Trabalhadora. Na terça, 12, os dirigentes se reuniram com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que recebeu a Pauta. O documento também foi entregue ao ex-presidente Lula, dias depois.
 
Mas até agora Arthur Lira, presidente da Câmara, não recebeu as lideranças e a Pauta. Os sindicalistas apontam má vontade. Sérgio Luiz Leite, vice-presidente da Força Sindical, ironiza: “Será que ele está esperando autorização do Bolsonaro?” Desde 1º de janeiro de 2019 as Centrais esperam ser recebidas pelo presidente da República.
 
A Pauta Unitária propõe medidas de curto prazo pra aquecer a economia, gerar empregos e combater a carestia. Também elenca propostas rumo à retomada do crescimento, com emprego, direitos e distribuição de renda.
 
Tradição – À direita ou à esquerda, é comum o diálogo entre presidentes do Legislativo e a cúpula sindical. Serginho lembra que, “de Severino Cavalcanti a Aldo Rebelo, todos nos receberam e ouviram nossos argumentos”. As Centrais já estiveram com líderes partidários e o Presidente da Comissão de Trabalho.
 
Apesar da enrolação, as Centrais vão insistir na audiência com o presidente da Câmara.
Diferente do deputado, presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, recebeu o documento
Arthur Lira enrola e não recebe Pauta da Conclat | Dia 7 de abril, uma quinta-feira, as Centrais Sindicais realizaram a terceira Conclat, que aprovou a Pauta Unitária da Classe Trabalhadora. Na terça, 12, os dirigentes se reuniram com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que recebeu a Pauta. O documento também foi entregue ao ex-presidente Lula, dias depois.
 
Mas até agora Arthur Lira, presidente da Câmara, não recebeu as lideranças e a Pauta. Os sindicalistas apontam má vontade. Sérgio Luiz Leite, vice-presidente da Força Sindical, ironiza: “Será que ele está esperando autorização do Bolsonaro?” Desde 1º de janeiro de 2019 as Centrais esperam ser recebidas pelo presidente da República.
 
A Pauta Unitária propõe medidas de curto prazo pra aquecer a economia, gerar empregos e combater a carestia. Também elenca propostas rumo à retomada do crescimento, com emprego, direitos e distribuição de renda.
 
Tradição – À direita ou à esquerda, é comum o diálogo entre presidentes do Legislativo e a cúpula sindical. Serginho lembra que, “de Severino Cavalcanti a Aldo Rebelo, todos nos receberam e ouviram nossos argumentos”. As Centrais já estiveram com líderes partidários e o Presidente da Comissão de Trabalho.
 
Apesar da enrolação, as Centrais vão insistir na audiência com o presidente da Câmara.