justiça_do_trabalhodivulgação
A demanda judicial sobre o processo eleitoral no Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos (Stap) chegou ao fim. A oposição, representada por Viviane Sena dos Santos, tentava a nulidade da eleição sindical, ocorrida em fevereiro de 2019. Dia 25, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) negou provimento a recurso e encerrou o caso.
 
O presidente do Stap, Pedro Zanotti Filho, afirma: “Foi feita a Justiça”. Ele adianta: “Peço a todos que se concentrem na campanha salarial. Hoje, mais do que nunca, precisamos de união e companheirismo”.
 
A Sessão do Tribunal, em 25 de janeiro, foi presidida pelo Desembargador Sérgio Roberto Rodrigues. Tomaram parte no julgamento o Relator Ricardo Verta Luduvice; Revisor Desembargador Flávio Vilanni Macêdo; e terceiro votante Desembargador Eduardo de Azevedo Silva.
 
Sentença - “Acordam os magistrados da 11ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região em conhecer do apelo e NEGAR PROVIMENTO ao recurso da reclamante, mantida a r. sentença de origem, inclusive no tocante arbitrado às custas”.
 
Advogados - Atua nos autos, pelo Stap, o dr. Marcelo de Campos Mendes Pereira. No julgamento ele fez a sustentação oral. Advogou pela parte vencida Marcelo Mizael da Silva.
justiça_do_trabalhodivulgação
A demanda judicial sobre o processo eleitoral no Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos (Stap) chegou ao fim. A oposição, representada por Viviane Sena dos Santos, tentava a nulidade da eleição sindical, ocorrida em fevereiro de 2019. Dia 25, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) negou provimento a recurso e encerrou o caso.
 
O presidente do Stap, Pedro Zanotti Filho, afirma: “Foi feita a Justiça”. Ele adianta: “Peço a todos que se concentrem na campanha salarial. Hoje, mais do que nunca, precisamos de união e companheirismo”.
 
A Sessão do Tribunal, em 25 de janeiro, foi presidida pelo Desembargador Sérgio Roberto Rodrigues. Tomaram parte no julgamento o Relator Ricardo Verta Luduvice; Revisor Desembargador Flávio Vilanni Macêdo; e terceiro votante Desembargador Eduardo de Azevedo Silva.
 
Sentença - “Acordam os magistrados da 11ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região em conhecer do apelo e NEGAR PROVIMENTO ao recurso da reclamante, mantida a r. sentença de origem, inclusive no tocante arbitrado às custas”.
 
Advogados - Atua nos autos, pelo Stap, o dr. Marcelo de Campos Mendes Pereira. No julgamento ele fez a sustentação oral. Advogou pela parte vencida Marcelo Mizael da Silva.