frentistas
LUTAS - Em Brasília, categoria mostrou sua força e derrotou projetos que visavam desempregar 500 mil
Acontece nesta terça (22) o V Encontro Nacional dos Frentistas. Evento anual é convocado pela Federação Nacional (Fenepospetro) e tem participação dos Sindicatos filiados e palestrantes convidados. Formato virtual, a partir das 13 horas.
 
O presidente da Federação, Eusébio Luis Pinto Neto, diz: “O Brasil vive novo momento. As perspectivas melhoraram. Os dirigentes e nossa categoria devem estar afinados com essa mudança, buscando participar cada vez mais de forma qualificada e ativa da vida sindical e nacional”.
 
Temas – Às 13h15 – Jornalista e escritor Altamiro Borges: Conjuntura Política e do Mundo do Trabalho. 14 horas – João Carlos Gonçalves (Juruna), secretário-geral da Força Sindical: Reforma Sindical e do Trabalho. 14h45 – Dr. Hélio Gerardi: Propostas do Grupo de Trabalho do Jurídico. 15 horas – Jornalista João Franzin, da Agência Sindical: Propostas de Trabalho da Comunicação.
 
Transmissão será pela plataforma Zoom. Participante terá três minutos para sua intervenção, informa Wellington Bezerra Holanda, secretário-geral da Fenepospetro.
 
Desafios – A categoria com 500 mil, em todo o País, luta pra preservar empregos, melhorar as Convenções Coletivas, enfrentar o assédio e por mais segurança no trabalho. Eusébio diz:
 
“Emprego de qualidade, salários melhores, mais direitos e respeito à vida”. Isso, segundo ele, resume as preocupações centrais das direções e da própria categoria.
 
MAIS – Acesse o site da Fenepospetro.
frentistas
LUTAS - Em Brasília, categoria mostrou sua força e derrotou projetos que visavam desempregar 500 mil
Acontece nesta terça (22) o V Encontro Nacional dos Frentistas. Evento anual é convocado pela Federação Nacional (Fenepospetro) e tem participação dos Sindicatos filiados e palestrantes convidados. Formato virtual, a partir das 13 horas.
 
O presidente da Federação, Eusébio Luis Pinto Neto, diz: “O Brasil vive novo momento. As perspectivas melhoraram. Os dirigentes e nossa categoria devem estar afinados com essa mudança, buscando participar cada vez mais de forma qualificada e ativa da vida sindical e nacional”.
 
Temas – Às 13h15 – Jornalista e escritor Altamiro Borges: Conjuntura Política e do Mundo do Trabalho. 14 horas – João Carlos Gonçalves (Juruna), secretário-geral da Força Sindical: Reforma Sindical e do Trabalho. 14h45 – Dr. Hélio Gerardi: Propostas do Grupo de Trabalho do Jurídico. 15 horas – Jornalista João Franzin, da Agência Sindical: Propostas de Trabalho da Comunicação.
 
Transmissão será pela plataforma Zoom. Participante terá três minutos para sua intervenção, informa Wellington Bezerra Holanda, secretário-geral da Fenepospetro.
 
Desafios – A categoria com 500 mil, em todo o País, luta pra preservar empregos, melhorar as Convenções Coletivas, enfrentar o assédio e por mais segurança no trabalho. Eusébio diz:
 
“Emprego de qualidade, salários melhores, mais direitos e respeito à vida”. Isso, segundo ele, resume as preocupações centrais das direções e da própria categoria.
 
MAIS – Acesse o site da Fenepospetro.