Metalúrgicos da Mitsubishi, em Catalão/GO, são surpreendidos com demissões
O SIMECAT/GO - Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão/GO lamentou e repudiou as demissões ocorridas nesta quinta-feira (02), na Mitsubishi. O presidente do SIMECAT, Carlos Albino, afirma que o sindicato não foi informado sobre os desligamentos. "Somente ontem (02), 27 trabalhadores foram demitidos e a Mitsubishi continuaria os cortes nesta sexta-feira (03)", lamenta Albino.
 
O SIMECAT conseguiu agendar uma audiência no Ministério Público do Trabalho, às 14h40 e, por enquanto, as demissões estão suspensas. A empresa alegou ao sindicato, que as demissões são necessárias, para adequação do quadro de colaboradores. "O intuito é cessar os cortes e conseguir algum benefício para os trabalhadores demitidos", explica Carlos Albino.
 
Em novembro 80 funcionários foram demitidos devido à queda na comercialização de veículos. Na época, a previsão era de 150 desligamentos, mas com a intervenção do SIMECAT, os demais cortes foram evitados, e o sindicato ainda conseguiu fechar a Campanha Salarial 2022/2023, com aumento real de salário (7%), reajuste de 13% no vale-alimentação (R$ 570.00 para R$ 644.00), abono de R$ 1.500.00 e cesta de natal dobrada (R$ 1.288.00).
Metalúrgicos da Mitsubishi, em Catalão/GO, são surpreendidos com demissões
O SIMECAT/GO - Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão/GO lamentou e repudiou as demissões ocorridas nesta quinta-feira (02), na Mitsubishi. O presidente do SIMECAT, Carlos Albino, afirma que o sindicato não foi informado sobre os desligamentos. "Somente ontem (02), 27 trabalhadores foram demitidos e a Mitsubishi continuaria os cortes nesta sexta-feira (03)", lamenta Albino.
 
O SIMECAT conseguiu agendar uma audiência no Ministério Público do Trabalho, às 14h40 e, por enquanto, as demissões estão suspensas. A empresa alegou ao sindicato, que as demissões são necessárias, para adequação do quadro de colaboradores. "O intuito é cessar os cortes e conseguir algum benefício para os trabalhadores demitidos", explica Carlos Albino.
 
Em novembro 80 funcionários foram demitidos devido à queda na comercialização de veículos. Na época, a previsão era de 150 desligamentos, mas com a intervenção do SIMECAT, os demais cortes foram evitados, e o sindicato ainda conseguiu fechar a Campanha Salarial 2022/2023, com aumento real de salário (7%), reajuste de 13% no vale-alimentação (R$ 570.00 para R$ 644.00), abono de R$ 1.500.00 e cesta de natal dobrada (R$ 1.288.00).