notacentra-1

Sindicalistas associados às 6 maiores centrais sindicais do país (CUT, UGT, Força Sindical, CSB, CTB e Nova Central) afirmam que “o projeto do governo Temer é impor, com terrorismo publicitário e chantagem sobre Congresso, o fim da aposentadoria e dos direitos trabalhistas”.

Esta é principal mensagem de uma peça que será publicada nesta 3ª feira (21.mar.2017) em 3 jornais paulistanos: Folha de S. Paulo, Estadão e Agora (pertencente ao Grupo Folha). Todas as 6 entidades assinam o documento.

Os representantes dos trabalhadores referem-se às reformas trabalhista e da Previdência. A publicação marca uma mudança na atitude das centrais, que até agora criticaram as propostas, mas não atacaram o governo com acusações.

Segundo 1 sindicalista, a adesão às manifestações realizadas na última 4ª feira (15.mar) permitiu às organizações subir o tom contra o Planalto.

notacentra-1

Sindicalistas associados às 6 maiores centrais sindicais do país (CUT, UGT, Força Sindical, CSB, CTB e Nova Central) afirmam que “o projeto do governo Temer é impor, com terrorismo publicitário e chantagem sobre Congresso, o fim da aposentadoria e dos direitos trabalhistas”.

Esta é principal mensagem de uma peça que será publicada nesta 3ª feira (21.mar.2017) em 3 jornais paulistanos: Folha de S. Paulo, Estadão e Agora (pertencente ao Grupo Folha). Todas as 6 entidades assinam o documento.

Os representantes dos trabalhadores referem-se às reformas trabalhista e da Previdência. A publicação marca uma mudança na atitude das centrais, que até agora criticaram as propostas, mas não atacaram o governo com acusações.

Segundo 1 sindicalista, a adesão às manifestações realizadas na última 4ª feira (15.mar) permitiu às organizações subir o tom contra o Planalto.