Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
14 JUN 2024

Imagem do dia

Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi Sindnapi completa 24 anos e comemora com sessão solene para homenagear fundadores e líderes políticos e sindicais Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Imprensa

Crise de representatividade é um problema de todas as instituições democráticas

segunda-feira, 6 de maio de 2024

Imprensa

Crise de representatividade é um problema de todas as instituições democráticas

Para o diretor técnico do Dieese, Fausto Augusto, a crise dos sindicatos no Brasil tem sido agravada pela falta de regulamentação das redes sociais

Crise de representatividade é um problema de todas as instituições democráticas

Trabalhadores da Construção Civil em Sauipe-PE/Foto: J Goncalves

Por Jaqueline Deister na Agência Pulsar

Na última quarta-feira (1°), como em todos os anos, foi comemorado o Dia do Trabalhador. Além de celebrar a luta dos homens e mulheres que histórica e cotidianamente constroem o mundo à nossa volta, a data serve também para refletir sobre as condições de trabalho – e, portanto, de vida – a que milhões de pessoas são submetidas todos os dias em diversas partes do país e do planeta.

No Brasil, dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que, atualmente, mais de 100 milhões de pessoas estão trabalhando no país, o que equivale a 58% da população de 14 anos ou mais de idade.

O índice é o mais alto registrado desde 2014 e confirma o movimento de recuperação do emprego do país após os anos sob a pandemia de Covid-19.

Além disso, nos últimos anos os trabalhadores brasileiros puderam comemorar algumas conquistas como, por exemplo, a retomada da política de valorização do salário mínimo, a publicação da Lei da Igualdade Salarial (Lei nº 14.611/2023) entre mulheres e homens e a retomada das políticas de apoio à agricultura familiar.

Tais conquistas, contudo, só foram possíveis através da organização dos trabalhadores em entidades representativas como os já tão conhecidos sindicatos.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a atuação dos sindicatos em negociações coletivas foi responsável por garantir, em 2023, que 77% dos reajustes salariais no Brasil tivessem ganhos reais, ou seja, acima da inflação.

Segundo o Departamento, 17% dos reajustes alcançaram o índice inflacionário e apenas 6% tiveram perdas.

Todavia, apesar da importância, nas últimas décadas – e sobretudo nos últimos anos, após a aprovação da Reforma Trabalhista, em 2017 – os sindicatos têm sofrido com sucessivos ataques e enfrentado um processo de esvaziamento contínuo.

De acordo com o IBGE, de 2012 a 2022 os sindicatos brasileiros perderam cerca de 5,3 milhões de trabalhadores filiados. A última pesquisa sobre o tema registra que, em 2022, das 99,6 milhões de pessoas ocupadas no país, apenas 9,1 milhões eram associadas a sindicatos.

Fausto Augusto Jr, Diretor Técnico do DIEESE/Foto: Roberto Parizotti

Fausto Augusto Jr, Diretor Técnico do DIEESE/Foto: Roberto Parizotti

De acordo com o diretor técnico do Dieese, Fausto Augusto Júnior, tal queda se deve a uma “crise geral de representação” enfrentada por diversas sociedades no mundo e pela dificuldade das organizações e movimentos dos trabalhadores para lidar com os problemas atuais colocados, sobretudo, pelo intenso avanço e desenvolvimento das tecnologias digitais.

Representação

Segundo o pesquisador, a desconfiança crescente, nos últimos anos, em relação aos sindicatos não é um problema apenas das organizações dos trabalhadores, mas das instituições políticas como um todo.

Uma questão que, conforme ele, está diretamente ligada ao modo como as redes sociais têm influenciado e até mesmo reorganizado o debate público.

“O que a gente tem assistido, em todas as avaliações, é uma análise separada. Você tem uma matéria dizendo que os partidos estão em crise, outra que o Congresso é mal avaliado, outra que o Judiciário é isso, outra ainda que o sindicato é aquilo. Na verdade, o que nós vivemos hoje é, sim, uma crise geral das instituições da democracia liberal da qual o sindicato faz parte”, explicou

“O sindicato é um sujeito desse processo de representação coletiva que, de alguma forma, tem sido afetado pelas relações das pessoas cada vez mais mediadas pela tecnologia. As redes sociais, em geral, têm afetado a própria ideia da representação coletiva. Eu acho que é por aí que a gente deveria olhar com mais atenção”, pontuou.

Engajamento

Para Fausto, além de aprofundar um processo de pulverização da opinião pública – como o experimentado nas manifestações de 2013, no Brasil – as redes sociais têm enfraquecido as representações coletivas ao privilegiarem a promoção de conflitos ao invés da construção de consensos.

“É a questão do ‘termo do meio’. Qualquer acordo é um termo do meio. Você está pegando conflitos diferenciados, visões diferentes e você tem que chegar em um consenso. Não vai ser tudo o que eu quero, e nem vai ser tudo o que o outro quer. Vai ser o meio do caminho. Este meio do caminho não mobiliza as pessoas no mundo virtual. O engajamento se dá pelo conflito, pela visão mais radicalizada, pela fala mais contundente. Esse movimento pode levar à mobilização, a um golpe de Estado, a muitas coisas. Mas dificilmente vai levar a um acordo”, analisou.

Ferramentas

Sobre as vias e estratégias para reverter este quadro, o diretor técnico do Dieese elenca três pontos principais: compreender a realidade que se apresenta; atualizar os mecanismos de luta; e desenvolver dispositivos legais que “acomodem” e regulem essas novas formas de representação. Tarefas que, segundo Fausto, demandam tempo e, principalmente, um grande esforço coletivo e integrado de diversos setores da sociedade.

“Eu tenho chamado atenção que nós temos usado as ferramentas do século XX para tentar resolver os problemas do século XXI. Eu brinco sempre com a ideia de que é como se estivéssemos apertando uma porca com um alicate. Eu posso apertar, mas ela come as laterais, o aperto não fica perfeito, e de certo modo é isso que nós estamos fazendo. Nós, hoje, não temos ferramentas nem teóricas nem de organização para dar conta deste novo mundo que surgiu”, reconhece o pesquisador.

“Nós não estamos falando só de uma crise como a gente falava há 10 ou 15 anos do movimento sindical, que era um problema muitas vezes interno, de financiamento, de renovação de lideranças. Tudo isso o movimento sindical tem e precisa resolver esses problemas passados que não foram resolvidos. O problema é que eles foram somados a um conjunto novo de problemas futuros que, de fato, não é um problema só dele, mas é um problema social geral”, concluiu.

Fonte: Por Jaqueline Deister na Agência Pulsar

Leia também: Força-RS mobiliza sindicatos em solidariedade às vítimas das enchentes no Estado

Últimas de Imprensa

Todas de Imprensa
SAEMAC Paraná filia-se à Força Sindical
Força 21 JUN 2024

SAEMAC Paraná filia-se à Força Sindical

SINPOSPETRO-RJ iniciou negociação salarial dos frentistas do RJ
Força 21 JUN 2024

SINPOSPETRO-RJ iniciou negociação salarial dos frentistas do RJ

Comissão da Câmara dos Deputados discute PEC do Trabalho infantil
Imprensa 20 JUN 2024

Comissão da Câmara dos Deputados discute PEC do Trabalho infantil

Troféu Jose Martinez será entregue no Dia da Luta Operária
Força 20 JUN 2024

Troféu Jose Martinez será entregue no Dia da Luta Operária

Metalúrgicos de Guarulhos negociam e mais 400 recebem PLR
Força 20 JUN 2024

Metalúrgicos de Guarulhos negociam e mais 400 recebem PLR

Socióloga Adriana Marcolino assume diretoria técnica do Dieese
Imprensa 20 JUN 2024

Socióloga Adriana Marcolino assume diretoria técnica do Dieese

Dia Nacional dos Químicos é celebrado na Câmara dos Deputados
Força 20 JUN 2024

Dia Nacional dos Químicos é celebrado na Câmara dos Deputados

SINPOSPETRO-RJ reduz irregularidades em postos no interior do RJ
Força 20 JUN 2024

SINPOSPETRO-RJ reduz irregularidades em postos no interior do RJ

Banco Central joga contra o Brasil!
Força 20 JUN 2024

Banco Central joga contra o Brasil!

Nota – Decisão desastrosa do Copom inibe crescimento do País
Força 19 JUN 2024

Nota – Decisão desastrosa do Copom inibe crescimento do País

IndustriALL promove debate sobre redes sindicais e multinacionais
Força 19 JUN 2024

IndustriALL promove debate sobre redes sindicais e multinacionais

Sindicalistas debatem fortalecimento das negociações coletivas
Força 19 JUN 2024

Sindicalistas debatem fortalecimento das negociações coletivas

Mulheres das centrais repudiam PL do aborto
Força 19 JUN 2024

Mulheres das centrais repudiam PL do aborto

Metalúrgicos da Renault/Horse aprovam acordo salarial com R$ 25 mil de PLR
Força 19 JUN 2024

Metalúrgicos da Renault/Horse aprovam acordo salarial com R$ 25 mil de PLR

A luta faz a lei: Metalúrgicos da Renault Curitiba garante acordo salarial com R$ 25 mil de PLR
Força 19 JUN 2024

A luta faz a lei: Metalúrgicos da Renault Curitiba garante acordo salarial com R$ 25 mil de PLR

Dilemas da aposentadoria
Artigos 19 JUN 2024

Dilemas da aposentadoria

Mobilização dos Metalúrgicos da Brafer garante PLR de R$ 12 mil
Força 19 JUN 2024

Mobilização dos Metalúrgicos da Brafer garante PLR de R$ 12 mil

Centrais sindicais e OIT debatem impactos da calamidade no RS
Força 19 JUN 2024

Centrais sindicais e OIT debatem impactos da calamidade no RS

Auxílio-doença deve ser solicitado durante tratamento
Força 19 JUN 2024

Auxílio-doença deve ser solicitado durante tratamento

Por Juros baixos para o desenvolvimento com justiça social
Força 18 JUN 2024

Por Juros baixos para o desenvolvimento com justiça social

Centrais sindicais exigem redução dos juros em ato unitário
Força 18 JUN 2024

Centrais sindicais exigem redução dos juros em ato unitário

Vídeos 18 JUN 2024

Taxa de juros precisa cair para país gerar empregos!

Negociação salarial dos frentistas do RJ começa na quinta(20)
Força 18 JUN 2024

Negociação salarial dos frentistas do RJ começa na quinta(20)

Sindnapi 24 anos: homenagem e Carta de Lula marcam celebração
Força 17 JUN 2024

Sindnapi 24 anos: homenagem e Carta de Lula marcam celebração

Guilherme Boulos abre Ciclo Nacional de Debates do Sindnapi
Força 17 JUN 2024

Guilherme Boulos abre Ciclo Nacional de Debates do Sindnapi

Servidores intensificam debate sobre contribuição assistencial
Força 17 JUN 2024

Servidores intensificam debate sobre contribuição assistencial

Projeto da Fetercesp recebe Prêmio Sindimais 2024
Força 17 JUN 2024

Projeto da Fetercesp recebe Prêmio Sindimais 2024

Sindnapi realiza ações no “Mês de Conscientização da Violência Contra os Idosos”
Força 17 JUN 2024

Sindnapi realiza ações no “Mês de Conscientização da Violência Contra os Idosos”

Centrais Sindicais farão ato contra juros altos nesta terça (18)
Força 17 JUN 2024

Centrais Sindicais farão ato contra juros altos nesta terça (18)

Fenepospetro abre colônia de férias para a categoria do Rio
Força 14 JUN 2024

Fenepospetro abre colônia de férias para a categoria do Rio

Aguarde! Carregando mais artigos...