Contribuintes que entregaram a declaração e não apareceram em nenhum dos sete lotes de restituição caíram na malha final

A Receita Federal liberou na manhã desta segunda-feira (9) a consulta ao sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda 2019.

De acordo com o Fisco, 320.606 contribuintes serão contemplados com o recebimento de R$ 700 milhões.

Os contribuintes com os nomes presentes neste lote receberão a grana, na conta bancária indicada na declaração já na próxima segunda-feira (16).

Quem enviou a declaração e não teve a restituição liberada em nenhum dos sete lotes caiu na malha final e terá que acertar as contas com a Receita.

No lote atual, estão contemplados 3.308 contribuintes idosos acima de 80 anos, 21.410 com idade entre 60 e 79 anos. Há ainda 3.172 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 9.789 que têm o magistério como maior fonte de renda.

Além da página na internet, os contribuintes também podem saber se estão no quarto lote de restituição ligando para o Receitafone 146 ou acessando o aplicativo do Fisco, disponível para os sistemas Android e iOS.

Após ser depositada, a restituição ficará disponível no banco durante o período de ano. Se o contribuinte não fizer o saque no prazo, deverá solicitar o montante pela, mediante o Formulário Eletrônico — Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor a ser restituído não apareça na conta bancária, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

A Receita Federal liberou na manhã desta segunda-feira (9) a consulta ao sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda 2019.

De acordo com o Fisco, 320.606 contribuintes serão contemplados com o recebimento de R$ 700 milhões.

Os contribuintes com os nomes presentes neste lote receberão a grana, na conta bancária indicada na declaração já na próxima segunda-feira (16).

Quem enviou a declaração e não teve a restituição liberada em nenhum dos sete lotes caiu na malha final e terá que acertar as contas com a Receita.

No lote atual, estão contemplados 3.308 contribuintes idosos acima de 80 anos, 21.410 com idade entre 60 e 79 anos. Há ainda 3.172 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 9.789 que têm o magistério como maior fonte de renda.

Além da página na internet, os contribuintes também podem saber se estão no quarto lote de restituição ligando para o Receitafone 146 ou acessando o aplicativo do Fisco, disponível para os sistemas Android e iOS.

Após ser depositada, a restituição ficará disponível no banco durante o período de ano. Se o contribuinte não fizer o saque no prazo, deverá solicitar o montante pela, mediante o Formulário Eletrônico — Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor a ser restituído não apareça na conta bancária, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.