Miguel
Para nós brasileiros esta data é muito significativa, pois somos um povo que lutou muito contra os regimes autoritários, pela redemocratização do País, pelas conquistas da Constituição Federal de 1988 e pelo desenvolvimento do Estado Democrático de Direito.
 
Saudamos todos os povos do mundo por este dia e reforçamos a necessidade de a humanidade preservar a democracia contra os retrocessos, autoritarismos, violências e guerras e de ampliar a participação popular nas decisões políticas.
 
No próximo 2 de outubro, temos as eleições gerais no Brasil para deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente. São as eleições de nossas vidas, pois não podemos vacilar e continuar sendo governados e legislados por pessoas antidemocráticas, que incentivam as ações violentas,  fascistas, racistas e misóginas na sociedade brasileira, que é plural e precisa de paz para trabalhar, produzir e voltar a ser feliz e repleta de esperança.
 
Precisamos de um Congresso Nacional e de Assembleias Legislativas mais progressistas, com compromisso com a pauta da classe trabalhadora, que é a maioria da sociedade brasileira.
 
Para Presidente da República a única via democrática, em condições eleitorais para vencer o atual governo e impedir a expansão do fascismo no Brasil, é a candidatura de Lula, com Alckmim vice, uma importante frente de partidos e expressivo apoio dos mais variados setores sociais, entre eles os sindicais, sociais, desenvolvimentistas, do esporte, do conhecimento e da cultura.
 
Estamos nesta retal final em busca dos votos dos indecisos e na luta contra as práticas de coação eleitoral, que é crime, inclusive no mundo do trabalho. Votar é um direito!
 
Viva a Democracia!
 
Miguel Torres
Presidente da Força Sindical, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes
Miguel
Para nós brasileiros esta data é muito significativa, pois somos um povo que lutou muito contra os regimes autoritários, pela redemocratização do País, pelas conquistas da Constituição Federal de 1988 e pelo desenvolvimento do Estado Democrático de Direito.
 
Saudamos todos os povos do mundo por este dia e reforçamos a necessidade de a humanidade preservar a democracia contra os retrocessos, autoritarismos, violências e guerras e de ampliar a participação popular nas decisões políticas.
 
No próximo 2 de outubro, temos as eleições gerais no Brasil para deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente. São as eleições de nossas vidas, pois não podemos vacilar e continuar sendo governados e legislados por pessoas antidemocráticas, que incentivam as ações violentas,  fascistas, racistas e misóginas na sociedade brasileira, que é plural e precisa de paz para trabalhar, produzir e voltar a ser feliz e repleta de esperança.
 
Precisamos de um Congresso Nacional e de Assembleias Legislativas mais progressistas, com compromisso com a pauta da classe trabalhadora, que é a maioria da sociedade brasileira.
 
Para Presidente da República a única via democrática, em condições eleitorais para vencer o atual governo e impedir a expansão do fascismo no Brasil, é a candidatura de Lula, com Alckmim vice, uma importante frente de partidos e expressivo apoio dos mais variados setores sociais, entre eles os sindicais, sociais, desenvolvimentistas, do esporte, do conhecimento e da cultura.
 
Estamos nesta retal final em busca dos votos dos indecisos e na luta contra as práticas de coação eleitoral, que é crime, inclusive no mundo do trabalho. Votar é um direito!
 
Viva a Democracia!
 
Miguel Torres
Presidente da Força Sindical, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes