Miguel
Neste domingo, 2 de outubro, aos olhos de todo o mundo, ocorrem as eleições gerais mais importantes da recente história política do Brasil. 
 
Estamos indo às urnas eletrônicas eleger nesta ordem o Deputado Federal, o Deputado Estadual, o Senador, o Governador e o Presidente da República.
 
Peço aos companheiros e companheiras, trabalhadores, trabalhadoras, dirigentes sindicais e lideranças comunitárias que incentivem a participação dos colegas de trabalho, amigos, familiares e conhecidos da vizinhança. 
 
Votar é um direito conquistado com muitas lutas no passado para que possamos hoje exercê-lo com seriedade e compromisso com o futuro.
 
Não podemos nem vamos vacilar! Vamos decidir já neste domingo o melhor rumo para o nosso grande País, de muitas riquezas, mas também de muitas desigualdades. Basta de perder direitos, de violência e de ataques aos direitos. 
 
Vamos virar a página nefasta destes últimos anos, recolocar o Brasil nos trilhos da paz, do diálogo social, do desenvolvimento, com mais renda e empregos de qualidade para todos, tirar o país do mapa da fome e sermos novamente protagonistas no cenário mundial.
 
A luta faz a lei e garante a democracia! Por isto, meu voto a Presidente da República é o 13. 
 
Miguel Torres
Presidente da Força Sindical, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes
Miguel
Neste domingo, 2 de outubro, aos olhos de todo o mundo, ocorrem as eleições gerais mais importantes da recente história política do Brasil. 
 
Estamos indo às urnas eletrônicas eleger nesta ordem o Deputado Federal, o Deputado Estadual, o Senador, o Governador e o Presidente da República.
 
Peço aos companheiros e companheiras, trabalhadores, trabalhadoras, dirigentes sindicais e lideranças comunitárias que incentivem a participação dos colegas de trabalho, amigos, familiares e conhecidos da vizinhança. 
 
Votar é um direito conquistado com muitas lutas no passado para que possamos hoje exercê-lo com seriedade e compromisso com o futuro.
 
Não podemos nem vamos vacilar! Vamos decidir já neste domingo o melhor rumo para o nosso grande País, de muitas riquezas, mas também de muitas desigualdades. Basta de perder direitos, de violência e de ataques aos direitos. 
 
Vamos virar a página nefasta destes últimos anos, recolocar o Brasil nos trilhos da paz, do diálogo social, do desenvolvimento, com mais renda e empregos de qualidade para todos, tirar o país do mapa da fome e sermos novamente protagonistas no cenário mundial.
 
A luta faz a lei e garante a democracia! Por isto, meu voto a Presidente da República é o 13. 
 
Miguel Torres
Presidente da Força Sindical, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes