Miguel ressaltou mais uma vez a importância da campanha nacional para estender o Auxílio Emergencial de R$ 600 no mínimo até dezembro, nenhum real a menos. "O engajamento do movimento sindical é fundamental e ao lado da sociedade vamos pressionar para que o benefício permaneça em R$ 600 para ajudar o País a sair da crise". CONFIRA!