José Pereira dos Santos
José Pereira dos Santos
Nesta semana, mais exatamente quinta e sexta (10 e 11), a categoria metalúrgica de Guarulhos e região vai às urnas. Participa do pleito a Chapa 1 - Metalúrgicos em Ação.
 
A futura diretoria efetiva, a ser confirmada nas urnas pelos nossos sócios, é encabeçada por Josinaldo José de Barros (Cabeça), atual vice do Sindicato. Eu componho a diretoria efetiva, na condição de tesoureiro-geral.
 
Alerto que esta eleição será diferente. Por várias razões: 1) Recessão prolongada e alto desemprego; 2) Governo radical, que ataca direitos trabalhistas e não dialoga com o sindicalismo; 3) Pandemia pelo novo coronavírus, que impõe isolamento social e cujo combate exige que não haja aglomerações.  
 
Saúdo, desde já, nossa categoria pela excelente receptividade dada à Chapa 1 nas metalúrgicas e a nosso Plano de Trabalho, baseado no eixo emprego, renda e direitos. Registro que a chapa também traz novos companheiros, o que fortalece no Sindicato a presença do que chamamos “chão de fábrica”.
 
Não é fácil fazer eleição sindical em época de pandemia. De todo modo, a coordenação da Chapa está fazendo todo o empenho pra motivar o voto. Teremos urnas fixa na sede, em Guarulhos, e também nas subsedes de Arujá e Mairiporã (Terra Preta).
 
Nas últimas semanas, houve eleições de entidades metalúrgicas em várias regiões. Quase todas com chapa única. Em Caxias (RS), participaram duas, mas venceu a situação. Ou seja, além de valorizar a unidade, a categoria metalúrgica brasileira sinaliza que apoia a continuidade, com mudanças e aperfeiçoamentos. Portanto, mudar a partir da experiência e não da aventura.
 
Peço a nossos associados que participem das eleições e votem na Metalúrgicos em Ação, dias 10 e 11. Estamos numa das fases mais duras da nossa história. A elite nacional não tem capacidade pra derrotar a crise. Essa tarefa será de todo o povo brasileiro, mas com a forte participação da classe trabalhadora, especialmente dos metalúrgicos.
 
Imprensa - No Dia da Independência, 7 de Setembro, o jornal Folha Metropolitana de Guarulhos completou 49 anos. Parabenizo toda a sua equipe e reafirmo a posição de nosso Sindicato em prol da liberdade de expressão. Imprensa livre, Nação soberana.
 
 
José Pereira dos Santos - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região
e secretário nacional de Formação da Força Sindical
Nesta semana, mais exatamente quinta e sexta (10 e 11), a categoria metalúrgica de Guarulhos e região vai às urnas. Participa do pleito a Chapa 1 - Metalúrgicos em Ação.
 
A futura diretoria efetiva, a ser confirmada nas urnas pelos nossos sócios, é encabeçada por Josinaldo José de Barros (Cabeça), atual vice do Sindicato. Eu componho a diretoria efetiva, na condição de tesoureiro-geral.
 
Alerto que esta eleição será diferente. Por várias razões: 1) Recessão prolongada e alto desemprego; 2) Governo radical, que ataca direitos trabalhistas e não dialoga com o sindicalismo; 3) Pandemia pelo novo coronavírus, que impõe isolamento social e cujo combate exige que não haja aglomerações.  
 
Saúdo, desde já, nossa categoria pela excelente receptividade dada à Chapa 1 nas metalúrgicas e a nosso Plano de Trabalho, baseado no eixo emprego, renda e direitos. Registro que a chapa também traz novos companheiros, o que fortalece no Sindicato a presença do que chamamos “chão de fábrica”.
 
Não é fácil fazer eleição sindical em época de pandemia. De todo modo, a coordenação da Chapa está fazendo todo o empenho pra motivar o voto. Teremos urnas fixa na sede, em Guarulhos, e também nas subsedes de Arujá e Mairiporã (Terra Preta).
 
Nas últimas semanas, houve eleições de entidades metalúrgicas em várias regiões. Quase todas com chapa única. Em Caxias (RS), participaram duas, mas venceu a situação. Ou seja, além de valorizar a unidade, a categoria metalúrgica brasileira sinaliza que apoia a continuidade, com mudanças e aperfeiçoamentos. Portanto, mudar a partir da experiência e não da aventura.
 
Peço a nossos associados que participem das eleições e votem na Metalúrgicos em Ação, dias 10 e 11. Estamos numa das fases mais duras da nossa história. A elite nacional não tem capacidade pra derrotar a crise. Essa tarefa será de todo o povo brasileiro, mas com a forte participação da classe trabalhadora, especialmente dos metalúrgicos.
 
Imprensa - No Dia da Independência, 7 de Setembro, o jornal Folha Metropolitana de Guarulhos completou 49 anos. Parabenizo toda a sua equipe e reafirmo a posição de nosso Sindicato em prol da liberdade de expressão. Imprensa livre, Nação soberana.
 
 
José Pereira dos Santos - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região
e secretário nacional de Formação da Força Sindical