Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
25 ABR 2024

Imagem do dia

8⁰ Congresso Internacional de Direito Sindical 8⁰ Congresso Internacional de Direito Sindical

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Imprensa

Busca por trabalho cai e evita alta maior do desemprego

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Imprensa

Busca por trabalho cai e evita alta maior do desemprego

Carteira de TrabalhoCrédito: Divulgação

A menor procura por trabalho nos últimos meses tem segurado o aumento do desemprego medido pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME) e é apontada por economistas como a principal razão para a alta mais modesta da taxa em janeiro, de 6,9% para 7,6% – ainda assim, a maior para o mês desde 2009.

A população economicamente ativa (PEA), variável que reflete a dinâmica dos trabalhadores ativos no mercado, recuou em três dos últimos quatro meses, na comparação com o mesmo período do ano anterior, 0,3% no mês passado. A taxa de atividade, outra maneira de acompanhar esse movimento, chegou a 54,8%, o menor nível desde abril de 2002. Para especialistas, o cenário pode indicar um aumento do desalento no país, quando as condições econômicas desestimulam a busca por novas vagas.

As variáveis de ocupação e renda, por outro lado, continuam sinalizando a continuidade do ajuste que começou no ano passado. O volume de trabalhadores empregados nas seis principais regiões metropolitanas encolheu 2,7%, no confronto com janeiro de 2015, queda semelhante à registrada em dezembro.

O rendimento médio, por sua vez, recuou 7,4% em termos reais, maior retração desde dezembro de 2003, levando a remuneração média a R$ 2.242,9. Com o corte de empregos, a massa salarial recuou 10,4% sobre janeiro de 2015.

Para a economista-chefe da Rosenberg Associados, Thais Zara, o avanço menor do contingente de desempregados, de 42,7%, contra 61,5% em dezembro, na comparação com o igual intervalo de 2014, pode estar relacionado ao aumento da população em desalento.

Um indício nesse sentido é o crescimento da participação dos trabalhadores que se declararam inativos ao IBGE, mas que disseram estar disponíveis e que gostariam de trabalhar, de 7,3% em janeiro do ano passado para 8% do total da população não economicamente ativa (Pnea), o maior nível desde junho de 2013. Mesmo com essa "ajuda", o nível de desocupação da PME, ela acrescenta, caiu ao menor nível desde junho de 2007, 50,7% da população em idade ativa (PIA). O total de desempregados chegou a 1,88 milhões.

"A PME vem dando sinais de aumento do desalento desde o fim do ano passado", observa Fabio Romão, da LCA Consultores, referindo-se ao comportamento negativo da PEA. O economista pondera que o ritmo forte de demissões em janeiro, que levou a ocupação a ceder 2,7% sobre o mesmo mês de 2015, provavelmente não foi pior por conta da desaceleração dos cortes no comércio e nos serviços em relação ao último trimestre do ano. Os dois setores, depois de reduzirem o estoque de funcionários em 2,4% e 2,2% nesse período, diminuíram a ocupação em janeiro em 0,6% e 2%, nessa ordem. "Isso pode estar ligado ao número menor de temporários contratados no fim do ano passado."

Adriana Beringuy, técnica do IBGE responsável pela pesquisa, chama atenção para o número ainda expressivo de dispensas na indústria e na construção civil. Após enxugarem os quadros de funcionários no ano passado em 5,5% e 3,5%, respectivamente, os dois setores cortaram mais 8,5% e 2,2%, nessa ordem, do total de trabalhadores. Na comparação com janeiro do ano passado, o emprego informal recuou 7% e o com carteira, 2,8%. O serviço por conta própria, depois de aumentar 2,1% no ano passado, avançou 0,3%.

O comportamento atípico da PEA levou o Bradesco a calcular uma taxa de desemprego "filtrada", que exclui as volatilidades dessa variável. Sob esse critério, o desemprego cresceu de 8,1% em dezembro pra 8,3%, ilustrando, na avaliação da equipe do banco, "mais fielmente a dinâmica atual do emprego", segundo relatório.

"O mercado de trabalho continua a se deteriorar, tanto em quantidade, no emprego, quanto em preço, nos salários", comenta o economista do Goldman Sachs, Alberto Ramos, chamando atenção para a contração expressiva dos salários no mês passado, de 7,4% em termos reais.

A retração mais intensa que o esperado levou Romão, da LCA, a revisar a projeção de queda da renda média real do ano de 1,8% para 2,5%. O comportamento só não deve ser mais negativo, ressalta, porque a inflação, que subiu mais que o antecipado em janeiro – e pode explicar em parte esse recuo mais forte dos salários em termos reais -, tende a desacelerar durante o ano e fechar 2016 em 7,4%, conforme as estimativas da consultoria.

Thais, da Rosenberg, pondera que o desempenho já deve ser melhor em fevereiro, uma vez que o indicador de renda deve incorporar o efeito do aumento do salário mínimo, que cresceu mais de 10% em termos nominais.

Na comparação com dezembro, o desemprego manteve-se estável no Rio e em Porto Alegre, em 5,1% e 5,9%, respectivamente, cresceu de 5,9% para 6,9% em Belo Horizonte, de 7% para 8,1% em São Paulo, de 10% para 10,5% no Recife, e recuou em Salvador, de 11,9% para 11,8%. Quatro das seis capitais assistiram a uma retração da força de trabalho, no confronto com janeiro do ano passado. As exceções foram Recife e São Paulo, com altas de 2,2% e de 0,6%.

Fonte: Valor Econômico

Últimas de Imprensa

Todas de Imprensa
Subsede do Sindnapi em Porto Alegre fica fechada por tempo indeterminado
Força 20 MAI 2024

Subsede do Sindnapi em Porto Alegre fica fechada por tempo indeterminado

Tragédia no Sul, o chamado da natureza
Artigos 20 MAI 2024

Tragédia no Sul, o chamado da natureza

Sindnapi entrega 100 edredons para desabrigados em Porto Alegre
Força 20 MAI 2024

Sindnapi entrega 100 edredons para desabrigados em Porto Alegre

Borracheiros SP debatem saúde e segurança do trabalhador
Força 20 MAI 2024

Borracheiros SP debatem saúde e segurança do trabalhador

O Heróis da Saúde 2024: Veja fotos da premiação Impacto Humanitário
Força 20 MAI 2024

O Heróis da Saúde 2024: Veja fotos da premiação Impacto Humanitário

Cubatão: Greve de terceirizado da refinaria, na terça, irá ao TRT hoje
Força 20 MAI 2024

Cubatão: Greve de terceirizado da refinaria, na terça, irá ao TRT hoje

Plenária das Centrais Sindicais em Brasília!
Força 20 MAI 2024

Plenária das Centrais Sindicais em Brasília!

Brasília, 22 de Maio: centrais sindicais na luta por mais direitos!
Força 19 MAI 2024

Brasília, 22 de Maio: centrais sindicais na luta por mais direitos!

Justiça do Rio condena posto de combustíveis a pagar aos funcionários as perdas de planos econômicos
Força 17 MAI 2024

Justiça do Rio condena posto de combustíveis a pagar aos funcionários as perdas de planos econômicos

Pirelli: metalúrgicos aprovam acordo com PLR de R$ 20 mil
Força 17 MAI 2024

Pirelli: metalúrgicos aprovam acordo com PLR de R$ 20 mil

Metalúrgicos da Renault/Horse dão 72hs para retomar negociações
Força 17 MAI 2024

Metalúrgicos da Renault/Horse dão 72hs para retomar negociações

Movimento sindical leva propostas de ajuda ao RS no Conselhão
Força 17 MAI 2024

Movimento sindical leva propostas de ajuda ao RS no Conselhão

Sintraf Petrolina celebra aniversário de dez anos com grande evento, nesta sexta (17)
Força 17 MAI 2024

Sintraf Petrolina celebra aniversário de dez anos com grande evento, nesta sexta (17)

SinSaúdeSP realiza homenagem aos “heróis da saúde”
Força 16 MAI 2024

SinSaúdeSP realiza homenagem aos “heróis da saúde”

Sindieventos Bahia participa de debate sobre trabalho na cultura
Força 16 MAI 2024

Sindieventos Bahia participa de debate sobre trabalho na cultura

SINPOSPETRO-RJ oferece tratamento ambulatorial de qualidade aos associados
Força 16 MAI 2024

SINPOSPETRO-RJ oferece tratamento ambulatorial de qualidade aos associados

Cabeça de bacalhau
Artigos 16 MAI 2024

Cabeça de bacalhau

Metalúrgicos da Ferrolene aprovam ação solidária ao povo do RS
Força 16 MAI 2024

Metalúrgicos da Ferrolene aprovam ação solidária ao povo do RS

Ferrolene: trabalhadores e empresa unidos em solidariedade ao povo do RS
Força 16 MAI 2024

Ferrolene: trabalhadores e empresa unidos em solidariedade ao povo do RS

Sindicato dos Metalúrgicos de SP e Força Sindical enviam água para o RS
Força 15 MAI 2024

Sindicato dos Metalúrgicos de SP e Força Sindical enviam água para o RS

Sindnapi auxilia idosos desabrigados no RS
Força 15 MAI 2024

Sindnapi auxilia idosos desabrigados no RS

Sindnapi ouve pré-candidatos a vereadores e prefeito
Força 15 MAI 2024

Sindnapi ouve pré-candidatos a vereadores e prefeito

Apoio à greve dos trabalhadores da Renault\Horse
Força 15 MAI 2024

Apoio à greve dos trabalhadores da Renault\Horse

Calamidade no RS: sindicalismo solidário!
Força 15 MAI 2024

Calamidade no RS: sindicalismo solidário!

Sindicalistas e Marinho debatem ações para ajudar o RS
Força 15 MAI 2024

Sindicalistas e Marinho debatem ações para ajudar o RS

Direto de Brasília!
Força 15 MAI 2024

Direto de Brasília!

Metalúrgicos da Ferrolene fazem ato nesta quarta (15)
Força 15 MAI 2024

Metalúrgicos da Ferrolene fazem ato nesta quarta (15)

Calamidade no RS: veja propostas das centrais sindicais entregues ao Ministro Marinho
Força 15 MAI 2024

Calamidade no RS: veja propostas das centrais sindicais entregues ao Ministro Marinho

Sindicalistas se reúnem com Senador Alcolumbre
Força 15 MAI 2024

Sindicalistas se reúnem com Senador Alcolumbre

Tabela de salários do município do RJ é distribuída nos postos
Força 15 MAI 2024

Tabela de salários do município do RJ é distribuída nos postos

Aguarde! Carregando mais artigos...