Jorge Nazareno, Jorginho
Jorge Nazareno, Jorginho

A semana passada terminou com luta e esta semana começa com nossas homenagens a um lutador histórico que nos deixou no último domingo. Na sexta-feira, 14, fizemos nas agencias do INSS protestos contra o sucateamento do órgão e da seguridade social como um todo. Já no domingo, 16, perdemos Raphael Martinelli, que fez da defesa dos direitos dos trabalhadores a sua história de vida. Seu legado de construção da organização é fundamental.

Martinelli nos deixa num momento extremamente delicado, em que direitos conquistados por sua geração e de companheiros e companheiras que vieram na sequência, são agora ditos privilégios, combatidos e precarizados. Um momento de arrocho sobre a classe trabalhadora e de perseguição sobre o movimento sindical. A luta se faz cada vez mais necessária.

Por isso, procurando honrar e defender o legado de companheiros e companheiras como Martinelli e tantos outros que fazem a história de resistência dos trabalhadores, os metalúrgicos da região de Osasco se somam aos companheiros das demais categorias representadas pelas centrais sindicais que, em movimento unitário, vão às ruas novamente denunciar o desmantelamento da seguridade social, dos direitos trabalhistas, alertar a população e pressionar nossas autoridades para que ouçam a maioria trabalhadora deste país. Estamos fazendo uma intensa jornada de lutas, que só tende a crescer; por isso, convocamos você companheiro e companheira a se somar aos protestos em defesa da seguridade social e dos seus direitos. Participe!

Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região

A semana passada terminou com luta e esta semana começa com nossas homenagens a um lutador histórico que nos deixou no último domingo. Na sexta-feira, 14, fizemos nas agencias do INSS protestos contra o sucateamento do órgão e da seguridade social como um todo. Já no domingo, 16, perdemos Raphael Martinelli, que fez da defesa dos direitos dos trabalhadores a sua história de vida. Seu legado de construção da organização é fundamental.

Martinelli nos deixa num momento extremamente delicado, em que direitos conquistados por sua geração e de companheiros e companheiras que vieram na sequência, são agora ditos privilégios, combatidos e precarizados. Um momento de arrocho sobre a classe trabalhadora e de perseguição sobre o movimento sindical. A luta se faz cada vez mais necessária.

Por isso, procurando honrar e defender o legado de companheiros e companheiras como Martinelli e tantos outros que fazem a história de resistência dos trabalhadores, os metalúrgicos da região de Osasco se somam aos companheiros das demais categorias representadas pelas centrais sindicais que, em movimento unitário, vão às ruas novamente denunciar o desmantelamento da seguridade social, dos direitos trabalhistas, alertar a população e pressionar nossas autoridades para que ouçam a maioria trabalhadora deste país. Estamos fazendo uma intensa jornada de lutas, que só tende a crescer; por isso, convocamos você companheiro e companheira a se somar aos protestos em defesa da seguridade social e dos seus direitos. Participe!

Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região