Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
29 MAI 2024

Imagem do dia

Presidente da Força Sindical, Miguel Torres, participou, nesta terça-feira (28), do evento onde o presidente Lula sancionou a Lei que institui o Programa Depreciação Acelerada para modernização da indústria nacional. Veja fotos do evento com presidente Lula

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Artigos

Não à flexibilização dos direitos trabalhistas

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Artigos

Não à flexibilização dos direitos trabalhistas

Por: Lourival Figueiredo Melo

Todos falam da crise, os noticiários dos jornais, rádio e TV ocupam todos os espaços possíveis.

Economistas, cientistas políticos, executivos, empresários, políticos, todos dão a sua opinião, a sua sugestão ou simplesmente o seu palpite.

Se todos podem dar os seus palpites, temos também o direito de dar os nossos.

A grande verdade é que todos esses que hoje dão os seus palpites e sugestões sobre a crise, há alguns meses atrás nada sabiam e nada previam sobre a mesma. Pelo contrário, participavam de seminários e produziam matérias afirmando que haveria uma grande onda de crescimento e que o futuro seria brilhante, o que se poderia chamar de Capital Turbinado.

Agora mudou o discurso, os mesmos analistas comparecem a seminários, falam e escrevem sobre um cenário não previsto. Cada um apresenta a crise dentro da sua ótica, na verdade sem saber o real tamanho do problema. Para alguns ela será passageira e para outros ela será duradoura. Mas a grande verdade é que todos continuam especulando.

Basta verificar que em um mesmo órgão de comunicação, seja rádio TV ou jornal, tem opinião e fórmulas para todos os gostos. Para o público otimista se faz um discurso e para o pessimista outro.

A verdade é que os donos do capital – as grandes empresas, os empresários, as corporações transnacionais – nadaram de braçada por longo tempo em um projeto capitalista do qual perderam o controle. Antes da crise o sistema era bom e fazia com que pessoas e empresas fizessem uso desse mesmo sistema para obter grandes e fáceis lucros.

Agora a máscara caiu, o prejuízo chegou, alguns tentam dar um último golpe falseando seus balanços. Mas a crise chegou e fica impossível sustentar a máfia do Capital. A solução? Eles querem passar o seu prejuízo para os governos e para os trabalhadores.

É aí que o movimento sindical tem que ficar alerta. Já surgem na imprensa matérias plantadas pelos que podemos chamar de ‘assassinos econômicos’, são articulistas, economistas, cientistas políticos e alguns parlamentares que falam em reformas trabalhistas. Afirmam que só os trabalhadores e os sindicatos concordando com novas alterações nas leis trabalhistas é que poderemos superar a crise.

MENTIRA DESLAVADA. A crise foi criada pelos donos do Capital, não tem a ver com o emprego ou com as leis que regulam a relação Capital e Trabalho.

A crise é deles. Foram eles que transformaram o mundo em cassino, foram eles que especularam nas Bolsas, eles são os ‘assassinos econômicos’ que diariamente plantam na imprensa notícias dando conta de que tudo vai bem. Quantas vezes vimos noticias em que as mais diversas instituições afirmavam: a economia está forte. Essas matérias lembravam que o Brasil tinha uma das menores classificações de risco do mundo, o que não faz muito tempo. E agora, por que mudou? O que mudou?

Mudou porque eles não se toleram mais. A máfia econômica do mundo não confia mais nos seus parceiros. Eles entraram em rota de colisão. Os donos do poder econômico querem agora salvar suas fortunas e, novamente, à custa do sacrifício da classe trabalhadora. Do sacrifício dos milhões de pobres espalhados pelo mundo.

Quando as empresas ganharam milhões nas Bolsas, quando a especulação enriqueceu muita gente, ninguém de nenhum setor da economia veio chamar os sindicatos e os trabalhadores para dividir o seu lucro.

Agora temos que ser firmes. Não podemos abrir mão de nenhum dos direitos dos trabalhadores, não podemos permitir que os governos simplesmente abram seus caixas, os caixas dos bancos oficiais, para continuar financiando esta Farra do Boi. Temos que exigir a abertura da caixa preta das empresas, queremos saber onde foi parar o lucro da época em que eles estavam todos ‘de bem’, tranqüilamente dividindo o seu ‘bolo’.

Não devemos sequer admitir sentar para debater a flexibilização ou a negociação dos direitos trabalhistas. Temos sim que exigir a apresentação dos balanços reais das empresas. Para onde foi o dinheiro? Quem roubou esse dinheiro? Foi usado em festas especulativas, viagens, foi parar no patrimônio particular de alguns poucos? Está fora do País? Nós não fizemos parte desta orgia especulativa. Ontem eles eram todos poderosos, agora que tenham vergonha na cara e paguem as contas, que resolvam sozinhos essa confusão, assumam os seus prejuízos. Sem essa de demissão e flexibilização de direitos trabalhistas.

Lourival Figueiredo Melo
Presidente da FEAAC

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto
Nilton Souza da Silva, o Neco

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto

O alimento indigesto da semeadura
Eusébio Pinto Neto

O alimento indigesto da semeadura

Sindnapi deverá ser protagonista no debate sobre a Previdência Social
Milton Cavalo

Sindnapi deverá ser protagonista no debate sobre a Previdência Social

Todo apoio à Conalis
João Guilherme Vargas Netto

Todo apoio à Conalis

Sindicalismo não recua!
Josinaldo José de Barros (Cabeça)

Sindicalismo não recua!

Dia Internacional da Enfermagem: 12 de maio
Jefferson Caproni

Dia Internacional da Enfermagem: 12 de maio

Nossa solidariedade ao Rio Grande do Sul
Gilberto Almazan

Nossa solidariedade ao Rio Grande do Sul

Não ao assédio moral
Paulo Ferrari

Não ao assédio moral

Um inovador primeiro passo
Clemente Ganz Lúcio

Um inovador primeiro passo

“Combustível do Futuro” e o futuro do trabalho
Sérgio Luiz Leite, Serginho

“Combustível do Futuro” e o futuro do trabalho

Dia Internacional da Mulher: Desafios e compromissos pela igualdade
Maria Auxiliadora

Dia Internacional da Mulher: Desafios e compromissos pela igualdade

Uma questão de gênero
Aparecida Evaristo

Uma questão de gênero

Avanços reais
João Passos

Avanços reais

Comerciário sindicalizado só tem a ganhar
Milton de Araújo

Comerciário sindicalizado só tem a ganhar

Viva a república
Zoel Garcia Siqueira

Viva a república

OIT: Miguel Torres defende fortalecimento das negociações coletivas
Força 12 JUN 2024

OIT: Miguel Torres defende fortalecimento das negociações coletivas

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA
Força 12 JUN 2024

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA

Centrais debatem prioridades dos trabalhadores com Alckmin
Força 12 JUN 2024

Centrais debatem prioridades dos trabalhadores com Alckmin

Vídeos 12 JUN 2024

Miguel Torres e Nilton Neco dão o recado direto da 112ª Conferência da OIT

Santos: Sindest quer aumentar efetivo de servidores com reforma administrativa
Força 11 JUN 2024

Santos: Sindest quer aumentar efetivo de servidores com reforma administrativa

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto
Artigos 11 JUN 2024

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto

Cerca de 78% das greves foram para manter direitos em 2023
Força 11 JUN 2024

Cerca de 78% das greves foram para manter direitos em 2023

Postos de combustíveis devem fornecer PPP aos funcionários
Força 11 JUN 2024

Postos de combustíveis devem fornecer PPP aos funcionários

Salário mínimo atual é 5 vezes menor que o necessário
Imprensa 11 JUN 2024

Salário mínimo atual é 5 vezes menor que o necessário

MTE inclui 19 novas profissões na Classificação Brasileira de Ocupações
Imprensa 10 JUN 2024

MTE inclui 19 novas profissões na Classificação Brasileira de Ocupações

Presidente da Força, Miguel Torres, defende fortalecimento das negociações coletivas na OIT
Força 10 JUN 2024

Presidente da Força, Miguel Torres, defende fortalecimento das negociações coletivas na OIT

Fórum Estadual da Liberdade Sindical realiza audiência coletiva
Imprensa 10 JUN 2024

Fórum Estadual da Liberdade Sindical realiza audiência coletiva

112ª Conferência Internacional da OIT – agenda de 10 de junho
Força 10 JUN 2024

112ª Conferência Internacional da OIT – agenda de 10 de junho

Dívidas de famílias atingem maior nível desde novembro de 2022: 78,8%
Imprensa 10 JUN 2024

Dívidas de famílias atingem maior nível desde novembro de 2022: 78,8%

O alimento indigesto da semeadura
Artigos 10 JUN 2024

O alimento indigesto da semeadura

Trabalhadores intensificam mobilização durante Conferência da OIT
Força 10 JUN 2024

Trabalhadores intensificam mobilização durante Conferência da OIT

Miguel Torres defenderá luta dos trabalhadores na OIT
Força 8 JUN 2024

Miguel Torres defenderá luta dos trabalhadores na OIT

Sindicalistas debatem reindustrialização do Brasil
Força 7 JUN 2024

Sindicalistas debatem reindustrialização do Brasil

SINPOSPETRO-RJ luta por aumento real para frentistas do RJ
Força 7 JUN 2024

SINPOSPETRO-RJ luta por aumento real para frentistas do RJ

Aposentados: SINDNAPI é a entidade com menor índice de reclamação, diz TCU
Força 7 JUN 2024

Aposentados: SINDNAPI é a entidade com menor índice de reclamação, diz TCU

Químicos da Força debatem desafios do movimento sindical
Força 7 JUN 2024

Químicos da Força debatem desafios do movimento sindical

OIT alerta: crises podem afetar avanços no mundo do trabalho
Imprensa 7 JUN 2024

OIT alerta: crises podem afetar avanços no mundo do trabalho

MTE atualiza multas trabalhistas para 2024; saiba novos valores
Imprensa 6 JUN 2024

MTE atualiza multas trabalhistas para 2024; saiba novos valores

Lei para motoristas de app pode mudar futuro do trabalho
Imprensa 6 JUN 2024

Lei para motoristas de app pode mudar futuro do trabalho

Segurança e medicina do trabalho em debate na Força Sindical
Força 6 JUN 2024

Segurança e medicina do trabalho em debate na Força Sindical

Trabalhadores da Construção Pesada podem deflagrar greve em toda Bahia
Força 6 JUN 2024

Trabalhadores da Construção Pesada podem deflagrar greve em toda Bahia

Sindnapi deverá ser protagonista no debate sobre a Previdência Social
Artigos 6 JUN 2024

Sindnapi deverá ser protagonista no debate sobre a Previdência Social

Secretário-geral da Força participa de debate sobre reindustrialização do Brasil
Força 6 JUN 2024

Secretário-geral da Força participa de debate sobre reindustrialização do Brasil

Mobilização em solidariedade ao RS continua
Força 6 JUN 2024

Mobilização em solidariedade ao RS continua

Todo apoio à Conalis
Artigos 6 JUN 2024

Todo apoio à Conalis

Aguarde! Carregando mais artigos...