Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
25 ABR 2024

Imagem do dia

8⁰ Congresso Internacional de Direito Sindical 8⁰ Congresso Internacional de Direito Sindical

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Artigos

“Reforma” da Previdência é privatização velada do sistema social

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Artigos

“Reforma” da Previdência é privatização velada do sistema social

Por: Carlos Andreu Ortiz

A “reforma” da Previdência Social brasileira, nos moldes propostos pelo governo Temer, é uma artimanha para que o sistema de aposentadorias, de forma velada, seja privatizado. Promover ajustes é muito diferente de sucatear.

A estrutura do poder sempre repete seus métodos quando deseja atingir seus objetivos. No caso, para “transferir”, gradativamente, os atuais 550 bilhões de reais da Previdência Social ao mercado financeiro, a estratégia é implantar a ideia na mente dos cidadãos de que o sistema previdenciário é o grande mal do país, que dá prejuízos, é a personificação do desemprego, do alto custo de vida e de todas as mazelas sociais, tentando associar a crise, a recessão à Previdência Social.

O governo não explica os juros exorbitantes da dívida pública, que corroem os cofres brasileiros. também não explica as taxas de juros que fomentam rentistas, não apresenta medidas para a retomada do crescimento. Todas as medidas do governo Temer caminham no sentido de cortar direitos.

A Previdência Social, que integra a Seguridade Social, assegurada na Constituição de 1988 possui fontes próprias de receitas que, somadas, são superavitárias, mesmo com a diferença do que se arrecada e o que se paga de benefícios aos trabalhadores aposentados na área rural.

A proposta governamental, que inclui idade mínima de 65 anos, redução nos valores das pensões, alteração para baixo na base de cálculo do benefícios, desvinculação das aposentadorias ao salário mínimo, entre outras retiradas ou supressões, desencadearão as seguintes situações:

1) Com exigência de 35 anos de contribuição e mínimo de 65 anos de idade – que poderá chegar a 70 – será quase impossível o trabalhador conquistar a aposentadoria;

2) Quando atingido o tempo de contribuição, o valor do benefício será tão pequeno com a desvinculação do mínimo, que o benefício da previdência não garantirá uma vida digna na terceira idade;

3) Sem aposentadoria garantida pelo Estado ou com valores muito baixos, quase que obrigatoriamente os trabalhadores na ativa terão de pagar um plano de previdência privado para completar a parca quantia que receberão da Previdência. E ainda há outra questão: quem terá condições de pagar um plano complementar?

Essa operação de desmanche é prática antiga. Nenhum governante cometerá “suicídio político” em extinguir a previdência, no entanto, eles a sucatearão de uma forma que o benefício será insufiente para manter condições dignas para a sobrevivência. Não será o primeiro caso na História, a exemplo do que um dia fizeram com a Educação e a Saúde no Brasil. Os serviços existem, mas são tão ruins e precários que empurram o cidadão a “comprar” os serviços dos conglomerados empresariais.

Se a “reforma-desmanche” da Previdência proposta por Temer passar no Congresso Nacional, o povo brasileiro retrocederá quase 100 anos em direitos. Quem sofrerão as consequência serão as futuras gerações.

A “privatização” da Previdência é ambição antiga do mercado financeiro, salivando sobre bilhões de reais, e compromisso de governos neoliberais, que promovem o abismo social com sua política de Estado Mínimo.

Carlos Ortiz é presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical (Sindnapi)
 

Sindicalismo não recua!
Josinaldo José de Barros (Cabeça)

Sindicalismo não recua!

Tragédia no Sul, o chamado da natureza
Eusébio Pinto Neto

Tragédia no Sul, o chamado da natureza

Cabeça de bacalhau
João Guilherme Vargas Netto

Cabeça de bacalhau

Dia Internacional da Enfermagem: 12 de maio
Jefferson Caproni

Dia Internacional da Enfermagem: 12 de maio

Não à desvinculação das aposentadorias
Milton Cavalo

Não à desvinculação das aposentadorias

Nossa solidariedade ao Rio Grande do Sul
Gilberto Almazan

Nossa solidariedade ao Rio Grande do Sul

Não ao assédio moral
Paulo Ferrari

Não ao assédio moral

Um inovador primeiro passo
Clemente Ganz Lúcio

Um inovador primeiro passo

“Combustível do Futuro” e o futuro do trabalho
Sérgio Luiz Leite, Serginho

“Combustível do Futuro” e o futuro do trabalho

Dia Internacional da Mulher: Desafios e compromissos pela igualdade
Maria Auxiliadora

Dia Internacional da Mulher: Desafios e compromissos pela igualdade

Uma questão de gênero
Aparecida Evaristo

Uma questão de gênero

Avanços reais
João Passos

Avanços reais

Comerciário sindicalizado só tem a ganhar
Milton de Araújo

Comerciário sindicalizado só tem a ganhar

Apagão de responsabilidade
Nilton Souza da Silva, o Neco

Apagão de responsabilidade

Viva a república
Zoel Garcia Siqueira

Viva a república

Congresso da IndustriALL será em 2025, Fequimfar participa da organização
Força 24 MAI 2024

Congresso da IndustriALL será em 2025, Fequimfar participa da organização

RJ: frentistas rejeitam acordo e mantém processo contra empresa
Força 24 MAI 2024

RJ: frentistas rejeitam acordo e mantém processo contra empresa

Peritos Criminais: Servidores SP e Dieese avaliam perdas salariais
Força 24 MAI 2024

Peritos Criminais: Servidores SP e Dieese avaliam perdas salariais

Força e sindicatos enviam doações ao RS
Força 24 MAI 2024

Força e sindicatos enviam doações ao RS

Dieese: 77% dos acordos salariais tiveram ganho real em abril
Imprensa 23 MAI 2024

Dieese: 77% dos acordos salariais tiveram ganho real em abril

Força Sindical participa de debate sobre tributação em evento do G20
Força 23 MAI 2024

Força Sindical participa de debate sobre tributação em evento do G20

Federação dos Servidores SP participa de Plenária das Centrais, em Brasília
Força 23 MAI 2024

Federação dos Servidores SP participa de Plenária das Centrais, em Brasília

SINPOSPETRO-RJ presente na Plenária Nacional das Centrais Sindicais em Brasília
Força 23 MAI 2024

SINPOSPETRO-RJ presente na Plenária Nacional das Centrais Sindicais em Brasília

Força Sindical e Sindicatos enviarão nesta sexta, 24, mais doações ao RS
Força 23 MAI 2024

Força Sindical e Sindicatos enviarão nesta sexta, 24, mais doações ao RS

Sem comunicação prévia eleição de CIPA é impugnada
Força 23 MAI 2024

Sem comunicação prévia eleição de CIPA é impugnada

Saiba mais sobre as Agendas Legislativa e Judiciária
Força 23 MAI 2024

Saiba mais sobre as Agendas Legislativa e Judiciária

Centrais apresentam Agendas Legislativa e Jurídica ao Congresso
Força 23 MAI 2024

Centrais apresentam Agendas Legislativa e Jurídica ao Congresso

Centrais lançam Agenda Jurídica durante Plenária Nacional
Força 22 MAI 2024

Centrais lançam Agenda Jurídica durante Plenária Nacional

Eletricitários SP somam força a Plenária das Centrais em Brasília
Força 22 MAI 2024

Eletricitários SP somam força a Plenária das Centrais em Brasília

MTE simplifica registro sindical com novas ferramentas online
Imprensa 22 MAI 2024

MTE simplifica registro sindical com novas ferramentas online

“22 de Maio por Mais Direitos” tem adesão do Sincomerciários de Jundiaí
Força 22 MAI 2024

“22 de Maio por Mais Direitos” tem adesão do Sincomerciários de Jundiaí

Pauta da Classe Trabalhadora pede medidas para reconstrução do RS
Força 22 MAI 2024

Pauta da Classe Trabalhadora pede medidas para reconstrução do RS

Renault/Horse: 15º dia de greve na luta por melhores condições de trabalho
Força 22 MAI 2024

Renault/Horse: 15º dia de greve na luta por melhores condições de trabalho

Veja fotos da Plenária Nacional das Centrais Sindicais
Força 22 MAI 2024

Veja fotos da Plenária Nacional das Centrais Sindicais

Vídeos 22 MAI 2024

Miguel Torres: Todo apoio aos trabalhadores da Renault no Paraná

Solidariedade aos trabalhadores da Renault
Força 22 MAI 2024

Solidariedade aos trabalhadores da Renault

Plenária Nacional das centrais sindicais!
Força 22 MAI 2024

Plenária Nacional das centrais sindicais!

Sindicalismo não recua!
Artigos 22 MAI 2024

Sindicalismo não recua!

Trabalhadores fazem protesto na empresa Líder, em Mauá
Força 21 MAI 2024

Trabalhadores fazem protesto na empresa Líder, em Mauá

Metalúrgicos de Mococa enviam doações para o Rio Grande do Sul
Força 21 MAI 2024

Metalúrgicos de Mococa enviam doações para o Rio Grande do Sul

Metalúrgicos da Força vão à Brasília
Força 21 MAI 2024

Metalúrgicos da Força vão à Brasília

Presidente do SINPOSPETRO-RJ visita postos de combustíveis na madrugada
Força 21 MAI 2024

Presidente do SINPOSPETRO-RJ visita postos de combustíveis na madrugada

Seminário valoriza atuação e memoria metalúrgica
Força 21 MAI 2024

Seminário valoriza atuação e memoria metalúrgica

Subsede do Sindnapi em Porto Alegre fica fechada por tempo indeterminado
Força 20 MAI 2024

Subsede do Sindnapi em Porto Alegre fica fechada por tempo indeterminado

Tragédia no Sul, o chamado da natureza
Artigos 20 MAI 2024

Tragédia no Sul, o chamado da natureza

Aguarde! Carregando mais artigos...