Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
14 JUN 2024

Imagem do dia

Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi Sindnapi completa 24 anos e comemora com sessão solene para homenagear fundadores e líderes políticos e sindicais Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Imprensa

Apenas 25% dos trabalhadores noturnos ficam no emprego por um ano

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Imprensa

Apenas 25% dos trabalhadores noturnos ficam no emprego por um ano

Conforme sindicato, empregados trocam de empresa na primeira chance.
Falta de especialização e desvalorização salarial desanima trabalhadores.

Carolina Mescoloti

Encontrar profissionais para exercer funções como garçons, atendentes e auxiliares de cozinha têm sido cada vez mais difícil. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Hospedagem e Gastronomia de Presidente Prudente e Região (SINTCHOGASTRO-PPR), Antônio Jesualdo Pereira de Oliveira, muitos profissionais, quando têm a oportunidade de mudar de ramo e trabalhar no período diurno, optam por deixar suas funções. “A rotatividade é grande, 75% dos trabalhadores noturnos da região não completam um ano na função e migram para outras atividades que pagam a mesma coisa e que trabalhem no período diurno”, afirma Oliveira.

Além disso, ele afirma que falta mão de obra especializada e desvalorização salarial desanima os trabalhadores. “Falta profissionais com qualificação profissional e experiência e, infelizmente, o salário ainda é considerado baixo em relação ao trabalho desempenhado”, explica.

O salário de um garçom pode variar de R$ 1.500 mil a R$ 2 mil, dependendo do acréscimo de 30% do adicional noturno. Porém, existem profissionais que recebem remunerações mais baixas, dependendo do local de trabalho. “Os salários do setor de retaguarda, que compreende os atendentes e auxiliares de cozinha, são considerados os mais baixos, variam de R$ 800 a R$ 910”, calcula.

O proprietário de um restaurante de Presidente Prudente, Gustavo Alves, de 31 anos, afirma que em dez meses de funcionamento de seu estabelecimento, apenas dois colaboradores permaneceram desde o início trabalhando no período noturno. “Temos 16 funcionários, 11 deles trabalham à noite, apenas dois estão conosco desde de que abrimos o restaurante”, explica.

A rotatividade, na visão de Alves, está atribuída à dificuldade de deslocamento destas pessoas no horário de trabalho. “A maioria do pessoal que trabalha à noite tem dificuldades de transporte. A nossa cozinha encerra às 23h, mas até que a limpeza seja feita, muitos vão embora por volta das 23h40, meia-noite e dependem de filhos, maridos ou algum parente para ir buscá-la. A longo prazo, essa rotina de deslocamento acaba se tornando difícil e as pessoas desistem do trabalho à noite”, salienta.

A ex-chapeira de uma lanchonete, Rafaela Fernandes, de 24 anos, decidiu deixar o trabalho noturno depois que se tornou mãe. Ela conta que trabalhar à noite se tornou mais difícil por conta de seus horários. “Eu sou casada e resolvi ter um filho, mas ele não se adaptou aos meus horários, a alimentação dele estava prejudicada. Teve uma vez que ele chegou a ficar quase 48 horas acordado, já que eu e o pai dele trabalhávamos à noite. É difícil encontrar babás nestes horários”, enfatiza.

Fonte: Do G1 Presidente Prudente

Últimas de Imprensa

Todas de Imprensa
Sindnapi 24 anos: homenagem e Carta de Lula marcam celebração
Força 17 JUN 2024

Sindnapi 24 anos: homenagem e Carta de Lula marcam celebração

Guilherme Boulos abre Ciclo Nacional de Debates do Sindnapi
Força 17 JUN 2024

Guilherme Boulos abre Ciclo Nacional de Debates do Sindnapi

Servidores intensificam debate sobre contribuição assistencial
Força 17 JUN 2024

Servidores intensificam debate sobre contribuição assistencial

Projeto da Fetercesp recebe Prêmio Sindimais 2024
Força 17 JUN 2024

Projeto da Fetercesp recebe Prêmio Sindimais 2024

Sindnapi realiza ações no “Mês de Conscientização da Violência Contra os Idosos”
Força 17 JUN 2024

Sindnapi realiza ações no “Mês de Conscientização da Violência Contra os Idosos”

Centrais Sindicais farão ato contra juros altos nesta terça (18)
Força 17 JUN 2024

Centrais Sindicais farão ato contra juros altos nesta terça (18)

Fenepospetro abre colônia de férias para a categoria do Rio
Força 14 JUN 2024

Fenepospetro abre colônia de férias para a categoria do Rio

Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi
Imagem do dia 14 JUN 2024

Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi

Sintepav-BA conquista avanços para os trabalhadores
Força 14 JUN 2024

Sintepav-BA conquista avanços para os trabalhadores

Sintrabor realiza 1º Encontro Evangélico da Categoria Borracheira
Força 14 JUN 2024

Sintrabor realiza 1º Encontro Evangélico da Categoria Borracheira

Sindnapi completa 24 anos e mantém a luta pela dignidade do aposentado
Força 14 JUN 2024

Sindnapi completa 24 anos e mantém a luta pela dignidade do aposentado

Nota de falecimento – Helena Alves dos Santos
Força 14 JUN 2024

Nota de falecimento – Helena Alves dos Santos

Câmara Setorial ajudará a combater irregularidades na revenda de combustíveis
Força 13 JUN 2024

Câmara Setorial ajudará a combater irregularidades na revenda de combustíveis

Acordo com centrais prevê distribuição de R$ 20 bi do FGTS a cotistas
Força 13 JUN 2024

Acordo com centrais prevê distribuição de R$ 20 bi do FGTS a cotistas

SinSaúdeSP: empresário nega trabalho escravo no Sul e gera mal-estar
Força 13 JUN 2024

SinSaúdeSP: empresário nega trabalho escravo no Sul e gera mal-estar

Sobre a Correção do Fundo de Garantia
Artigos 13 JUN 2024

Sobre a Correção do Fundo de Garantia

Comportamento desejável
Artigos 13 JUN 2024

Comportamento desejável

Supremo decide que FGTS deve garantir correção pelo IPCA
Força 13 JUN 2024

Supremo decide que FGTS deve garantir correção pelo IPCA

Conscientizar para combater a violência contra o idoso
Artigos 13 JUN 2024

Conscientizar para combater a violência contra o idoso

Miguel Torres na OIT: Lutamos pelo fim do trabalho escravo e dos golpismos no Brasil
Força 12 JUN 2024

Miguel Torres na OIT: Lutamos pelo fim do trabalho escravo e dos golpismos no Brasil

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA
Força 12 JUN 2024

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA

Centrais debatem prioridades dos trabalhadores com Alckmin
Força 12 JUN 2024

Centrais debatem prioridades dos trabalhadores com Alckmin

Vídeos 12 JUN 2024

Miguel Torres e Nilton Neco dão o recado direto da 112ª Conferência da OIT

Santos: Sindest quer aumentar efetivo de servidores com reforma administrativa
Força 11 JUN 2024

Santos: Sindest quer aumentar efetivo de servidores com reforma administrativa

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto
Artigos 11 JUN 2024

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto

Cerca de 78% das greves foram para manter direitos em 2023
Força 11 JUN 2024

Cerca de 78% das greves foram para manter direitos em 2023

Postos de combustíveis devem fornecer PPP aos funcionários
Força 11 JUN 2024

Postos de combustíveis devem fornecer PPP aos funcionários

Salário mínimo atual é 5 vezes menor que o necessário
Imprensa 11 JUN 2024

Salário mínimo atual é 5 vezes menor que o necessário

MTE inclui 19 novas profissões na Classificação Brasileira de Ocupações
Imprensa 10 JUN 2024

MTE inclui 19 novas profissões na Classificação Brasileira de Ocupações

Presidente da Força, Miguel Torres, defende fortalecimento das negociações coletivas na OIT
Força 10 JUN 2024

Presidente da Força, Miguel Torres, defende fortalecimento das negociações coletivas na OIT

Aguarde! Carregando mais artigos...