Paulinho - Edilson RodriguesAgência SenadoCrédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Paulinho da Força: "Nossa satisfação é saber que estamos contribuindo para a manutenção de mais de 100 mil empregos na Zona Franca de Manaus"
O deputado federal, Paulinho da Força, presidente da Executiva Nacional do Solidariedade, teve papel fundamental na decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que derrubou o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PL). O documento prejudicava a Zona Franca de Manaus (ZFM).
 
O presidente do Solidariedade é autor da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 7153, que recebeu parecer favorável por parte do ministro do Supremo. Paulinho da Força ressaltou a importância da decisão do ministro de manter os empregos na ZMF.
 
“Essa é a nossa satisfação de saber que estamos contribuindo para a manutenção de mais de 100 mil empregos na Zona Franca de Manaus”, disse o deputado.
 
O deputado federal Bosco Saraiva (Solidariedade) agradeceu ao ministro Alexandre de Moraes pela decisão que salvou a ZFM. “Com seu ato, o ministro salvou as empresas e os empregos dos amazonenses”, disse o parlamentar.
 
Decisão
 
Nesta sexta-feira (6), o ministro do STF decidiu conceder medida cautelar e manter a competitividade da Zona Franca de Manaus, derrubando os decretos do presidente Jair Bolsonaro. Os documentos reduziam em 35% o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e prejudicavam o modelo econômico do Amazonas.
 
Veja mais
Paulinho - Edilson RodriguesAgência SenadoCrédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Paulinho da Força: "Nossa satisfação é saber que estamos contribuindo para a manutenção de mais de 100 mil empregos na Zona Franca de Manaus"
O deputado federal, Paulinho da Força, presidente da Executiva Nacional do Solidariedade, teve papel fundamental na decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que derrubou o decreto do presidente Jair Bolsonaro (PL). O documento prejudicava a Zona Franca de Manaus (ZFM).
 
O presidente do Solidariedade é autor da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 7153, que recebeu parecer favorável por parte do ministro do Supremo. Paulinho da Força ressaltou a importância da decisão do ministro de manter os empregos na ZMF.
 
“Essa é a nossa satisfação de saber que estamos contribuindo para a manutenção de mais de 100 mil empregos na Zona Franca de Manaus”, disse o deputado.
 
O deputado federal Bosco Saraiva (Solidariedade) agradeceu ao ministro Alexandre de Moraes pela decisão que salvou a ZFM. “Com seu ato, o ministro salvou as empresas e os empregos dos amazonenses”, disse o parlamentar.
 
Decisão
 
Nesta sexta-feira (6), o ministro do STF decidiu conceder medida cautelar e manter a competitividade da Zona Franca de Manaus, derrubando os decretos do presidente Jair Bolsonaro. Os documentos reduziam em 35% o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e prejudicavam o modelo econômico do Amazonas.
 
Veja mais