Menu

Mapa do site

Emissão de boleto

Nacional São Paulo

Emissão de boleto

Nacional São Paulo
14 JUN 2024

Imagem do dia

Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi Sindnapi completa 24 anos e comemora com sessão solene para homenagear fundadores e líderes políticos e sindicais Secretário-geral da Força participa de homenagem aos 24 anos do Sindnapi

Imagem do dia - Força Sindical

Enviar link da notícia por e-mail

Imprensa

Reforma tributária: relator recua e desiste de cortar incentivo para VR

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Imprensa

Reforma tributária: relator recua e desiste de cortar incentivo para VR

De acordo com a reportagem do Jornal O Globo o texto vai manter a isenção de dividendos distribuído por empresas do Simples
vale refeiçãoCrédito: Divulgação

O relator da reforma tributária, deputado Celso Sabino (PSDB-PA), disse nesta quarta-feira que irá retirar do seu texto a medida que previa o fim dos incentivos fiscais do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), que paga benefícios como o vale-alimentação.

Ele também afirmou que os dividendos distribuídos por empresas do Simples Nacional continuarão isentos. E que deve subir o limite de isenção de micro e pequenas para acima de R$ 20 mil mensais.

O deputado esteve reunido com a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, apresentando as alterações do texto. A expectativa é de que a matéria seja analisada no plenário da Câmara assim que acabar o recesso parlamentar. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), confirmou que este é um dos projetos prioritários para o segundo semestre.

Atualmente, as empresas podem deduzir do Imposto de Renda renda o dobro das despesas comprovadamente realizadas em programas de alimentação do trabalhador, previamente aprovados pelo governo. Esse benefício deixaria de existir em 31 de dezembro de 2021, pela proposta original do relator.

Agora, Sabino voltou atrás e disse que o incentivo ao vale-alimentação está mantido.

— Vamos retirar do texto qualquer menção ao programa de alimentação do trabalhador — disse, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Sabino explicou que a decisão de retirar a menção do PAT do texto foi tomada após conversas com parlamentares da oposição.

— No nosso entendimento, havia um impacto muito pequeno em relação ao PAT e entendemos que isso não iria causar qualquer desestímulo à opção pelo programa de alimentação ao trabalhador. Sensíveis aos argumentos apresentados pelos deputados da oposição, nós vamos também retirar do texto qualquer menção ao programa de alimentação do trabalhador, garantindo assim que ainda que micro o impacto, ele não ocorrerá — disse.

O governo apresentou o projeto de lei que mexe com a tabela do Imposto de Renda, considerado a segunda parte da reforma tributária. A parte principal da reforma é a unificação dos impostos. Mas entrar em um acordo sobre como ela será feita é tão complexo quanto o próprio sistema tributário brasileiro. Estados e municípios temem perder uma fatia de suas arrecadações e são muitos os impostos.

Emaranhado de impostos
O Brasil tem, pelo menos, cinco tributos embutidos nos preços de bens e serviços: três cobrados pela União (IPI, PIS e Cofins), um dos estados (ICMS) e um dos municípios (ISS). Só o ICMS tem 27 formatos diferentes, um para cada estado e o DF. Ou seja, para vender em outros estados, o empresário tem que pagar e conhecer os diferentes tributos.

Custo alto
Remédios no Brasil custam, em média, cinco vezes mais do que lá fora Foto: PixabayFoto: Pixabay
Além da quantidade de tributos, o custo é alto. Um exemplo é a tributação geral de medicamentos, uma das maiores do mundo, em torno de 33%. Em países desenvolvidos é de cerca de 6%. Outro item essencial com carga tributária elevada, por exemplo, é o absorvente íntimo: 27% só de imposto.

Classificação
Perfume tem tributação maior que água de colônia Foto: Rag Dutra / Rag DutraFoto: Rag Dutra / Rag Dutra
A classificação é outro problema recorrente. É perfume ou água de colônia? A alíquota da fórmula concentrada é 42%. Já a da fragrância mais leve, de 12%. “Uma grande diferença”, segundo o especialista em direito tributário e da FGV, Gabriel Quintanilha.

Burocracia sem fim
Brasil é o país em que empresas gastam mais tempo para calcular e pagar imposto Foto: PixabayFoto: Pixabay
O Brasil é o país em que as empresas gastam o maior número de horas com a burocracia dos impostos, segundo um relatório do Banco Mundial que avalia 190 países. Uma empresa brasileira gasta, em média. 1.501 horas por ano cuidando de obrigações relacionadas a tributos. É cinco vezes a média gasta pelos países de América Latina e Caribe.

Efeito cascata
Muitas regras para tantos impostos causa prejuízo às empresas Foto: PixabayFoto: Pixabay
Esse nó de tantas informações e cobranças dificulta a vida e o caixa das empresas, além de facilitar erros. Segundo a Endeavor, 86% das empresas brasileiras apresentam algum tipo de irregularidade no pagamento de seus tributos. Estas lacunas muitas vezes são por desconhecimento das muitas regras. Mesmo assim, podem gerar multas e despesas altas.

Dividendos
Pelo parecer original do deputado, a faixa de isenção na taxa sobre dividendos está restrita ao valor de R$ 20 mil por mês se o dinheiro vier de micro ou pequena empresa. Acima desse valor, se aplica a alíquota de 20%, mesmo que o sócio pertença a uma empresa do Simples.

Fonte: O Globo

Últimas de Imprensa

Todas de Imprensa
SAEMAC Paraná filia-se à Força Sindical
Força 21 JUN 2024

SAEMAC Paraná filia-se à Força Sindical

SINPOSPETRO-RJ iniciou negociação salarial dos frentistas do RJ
Força 21 JUN 2024

SINPOSPETRO-RJ iniciou negociação salarial dos frentistas do RJ

Comissão da Câmara dos Deputados discute PEC do Trabalho infantil
Imprensa 20 JUN 2024

Comissão da Câmara dos Deputados discute PEC do Trabalho infantil

Troféu Jose Martinez será entregue no Dia da Luta Operária
Força 20 JUN 2024

Troféu Jose Martinez será entregue no Dia da Luta Operária

Metalúrgicos de Guarulhos negociam e mais 400 recebem PLR
Força 20 JUN 2024

Metalúrgicos de Guarulhos negociam e mais 400 recebem PLR

Socióloga Adriana Marcolino assume diretoria técnica do Dieese
Imprensa 20 JUN 2024

Socióloga Adriana Marcolino assume diretoria técnica do Dieese

Dia Nacional dos Químicos é celebrado na Câmara dos Deputados
Força 20 JUN 2024

Dia Nacional dos Químicos é celebrado na Câmara dos Deputados

SINPOSPETRO-RJ reduz irregularidades em postos no interior do RJ
Força 20 JUN 2024

SINPOSPETRO-RJ reduz irregularidades em postos no interior do RJ

Banco Central joga contra o Brasil!
Força 20 JUN 2024

Banco Central joga contra o Brasil!

Nota – Decisão desastrosa do Copom inibe crescimento do País
Força 19 JUN 2024

Nota – Decisão desastrosa do Copom inibe crescimento do País

IndustriALL promove debate sobre redes sindicais e multinacionais
Força 19 JUN 2024

IndustriALL promove debate sobre redes sindicais e multinacionais

Sindicalistas debatem fortalecimento das negociações coletivas
Força 19 JUN 2024

Sindicalistas debatem fortalecimento das negociações coletivas

Mulheres das centrais repudiam PL do aborto
Força 19 JUN 2024

Mulheres das centrais repudiam PL do aborto

Metalúrgicos da Renault/Horse aprovam acordo salarial com R$ 25 mil de PLR
Força 19 JUN 2024

Metalúrgicos da Renault/Horse aprovam acordo salarial com R$ 25 mil de PLR

A luta faz a lei: Metalúrgicos da Renault Curitiba garante acordo salarial com R$ 25 mil de PLR
Força 19 JUN 2024

A luta faz a lei: Metalúrgicos da Renault Curitiba garante acordo salarial com R$ 25 mil de PLR

Dilemas da aposentadoria
Artigos 19 JUN 2024

Dilemas da aposentadoria

Mobilização dos Metalúrgicos da Brafer garante PLR de R$ 12 mil
Força 19 JUN 2024

Mobilização dos Metalúrgicos da Brafer garante PLR de R$ 12 mil

Centrais sindicais e OIT debatem impactos da calamidade no RS
Força 19 JUN 2024

Centrais sindicais e OIT debatem impactos da calamidade no RS

Auxílio-doença deve ser solicitado durante tratamento
Força 19 JUN 2024

Auxílio-doença deve ser solicitado durante tratamento

Por Juros baixos para o desenvolvimento com justiça social
Força 18 JUN 2024

Por Juros baixos para o desenvolvimento com justiça social

Centrais sindicais exigem redução dos juros em ato unitário
Força 18 JUN 2024

Centrais sindicais exigem redução dos juros em ato unitário

Vídeos 18 JUN 2024

Taxa de juros precisa cair para país gerar empregos!

Negociação salarial dos frentistas do RJ começa na quinta(20)
Força 18 JUN 2024

Negociação salarial dos frentistas do RJ começa na quinta(20)

Sindnapi 24 anos: homenagem e Carta de Lula marcam celebração
Força 17 JUN 2024

Sindnapi 24 anos: homenagem e Carta de Lula marcam celebração

Guilherme Boulos abre Ciclo Nacional de Debates do Sindnapi
Força 17 JUN 2024

Guilherme Boulos abre Ciclo Nacional de Debates do Sindnapi

Servidores intensificam debate sobre contribuição assistencial
Força 17 JUN 2024

Servidores intensificam debate sobre contribuição assistencial

Projeto da Fetercesp recebe Prêmio Sindimais 2024
Força 17 JUN 2024

Projeto da Fetercesp recebe Prêmio Sindimais 2024

Sindnapi realiza ações no “Mês de Conscientização da Violência Contra os Idosos”
Força 17 JUN 2024

Sindnapi realiza ações no “Mês de Conscientização da Violência Contra os Idosos”

Centrais Sindicais farão ato contra juros altos nesta terça (18)
Força 17 JUN 2024

Centrais Sindicais farão ato contra juros altos nesta terça (18)

Fenepospetro abre colônia de férias para a categoria do Rio
Força 14 JUN 2024

Fenepospetro abre colônia de férias para a categoria do Rio

Aguarde! Carregando mais artigos...